Loading Player...


Você está ouvindo uma transmissão ao vivo ...
OUÇA EM OUTROS DISPOSITIVOS:
OR Choose your mobile to Tune-In

REGISTRANDO: “OPOSIÇÃO FAZ CONVENÇÃO APOTEÓTICA EM ASSÚ E EMOCIONA OS PRESENTES”

D2

D3

Meio que aposentado, relutante em sair do meu canto para ouvir bravatas de políticos, resolvi sair pela segunda vez nessa pré-campanha eleitoral para prestigiar um evento.

A primeira foi no pré-lançamento da candidatura de Dorinha Medeiros a vereadora e a segunda na convenção da coligação que homologou as pré-candidaturas do Dr. Gustavo e Sandra Alves para a chapa majoritária e os demais pretendentes a uma cadeira na câmara municipal.

O que senti, já velho e cansado de decepções ao longo dos meus 61 anos de idade, quase todos eles emaranhado na convivência com a classe política, uma emoção, transmitida pelos presentes na convenção que me fez rejuvenescer e acreditar que a euforia dos presentes não pode e não deve ser em vão.

O grito e o canto ‘vermelhou’ ecoou por todo recinto de forma tão contagiante espalhando felicidade entre os presentes que mais parecia um clamor por mudança.

Afim de evitar euforia precoce, já em sintonia com a grandeza do evento , após o abraço incontido de emoção com Ronaldo Soares, me retirei e voltei ao meu canto.

Vou exercer a minha cidadania de forma exemplar, sem macular, agredir e ferir quem quer que seja nesse pleito, mas com convicção que, doutor Gustavo e Sandra Alves vão ter o meu voto

Para o legislativo da minha terra, dentre todos os candidatos das coligações de oposição e situação, sem questionar o mérito de cada um, vou votar em Dorinha Medeiros por reconhecer no seu trabalho voluntário com os menos assistidos pelo poder público.

Dorinha, tal qual a irmã gêmea, Gracinha, são referências como seres humanos que poderão ajudar muito mais, se  Dorinha tiver uma tribuna e um prefeito aliado para atingir as metas que essas meninas sonham.

José Regis de Souza

REGIStrando

Obs: A resolução do TSE, de 15 de dezembro de 2015, estabelece que o posicionamento pessoal sobre questões políticas, inclusive nas redes sociais, não representam propaganda antecipada.

Publicidade:
Senhorinha II