Loading Player...


Você está ouvindo uma transmissão ao vivo ...
OUÇA EM OUTROS DISPOSITIVOS:
OR Choose your mobile to Tune-In

POLÍTICA: DEPUTADO GEORGE SOARES VÊ CHAPA PADRE FLÁVIO/LUCÍLIO ACIMA DE QUESTIÚNCULAS POLÍTICAS DO ASSÚ

gpl

LUCILIO E PADRE FLAVIO

Entrevistado neste sábado (30) dentro do programa Registrando, na Rádio Princesa do Vale, o deputado estadual George Soares (PR), num gesto inequívoco de altruísmo e desprendimento, manifestou simpatia ao nome do padre Flávio Melo, administrador da paróquia de São João Batista, enxergando o sacerdote como alguém com predicados suficientes para assumir os destinos do Assú, o que denotaria uma espécie de armistício aos antagonismos políticos do município em prol de um sentimento que põe o Assú acima de interesses menores.

O deputado expôs seu ponto de vista ao ser inquirido sobre os rumores de que o líder católico poderia colocar-se no jogo sucessório de 2016 como postulante à chefia do Executivo municipal.

Esclarecendo que jamais havia tratado de política sucessória com o religioso, George Soares julgou que o pároco detém traços característicos que se incorporam ao perfil que vem sendo apregoado pelas correntes de oposição, na defesa de um modelo político-administrativo diferente do hoje existente na gestão pública de Assú.

Por considerar o sacerdote possuidor de uma personalidade e conduta que o põe a quilômetros de distância do exemplo hoje praticado pelo prefeito atual, Ivan Júnior (PROS), o deputado registrou que não visualiza o padre Flávio Melo como uma opção governista.

Destacou, citando alguns aspectos que corroboram este entendimento, que o padre pauta seu estilo pela clareza de atos, e mostrou a que veio quando reformou a igreja matriz e a entregou pronta aos fiéis, além de ser transparente, prestando conta dos recursos da paróquia.

Comparativamente, e em cenário diametralmente oposto, disse o deputado, o gestor atual não conclui obras e nem explica à população o que é feito com os mais de R$ 400 milhões arrecadados até aqui desde o seu governo anterior.

Padre Flávio não irá querer ser o ‘candidato vassoura’”, afirmou, explicando que, pelo seu caráter, o vigário jamais aceitaria a indigna missão de “esconder a sujeira” produzida pela administração atual.

Coroando sua observação, George Soares não só hipotecou aval ao padre Flávio Melo como sugeriu a construção de uma chapa a ser submetida à análise da sociedade, tendo como companheiro de chapa o radialista e empresário Lucílio Filho, gestor da Rádio Princesa do Vale, citando-os como expressões suficientes e capazes para merecer o crédito e a confiança do povo do Assú.

Postado por Lúcio Flávio

Publicidade:
Ddentista II