NOTA DE PESAR DA CÃMARA MUNICIPAL DE IPANGUAÇU PELO FALECIMENTO DO EX VICE PREFEITO EDGARD MONTENEGRO

Nota de pesar

Publicidade:
AMC

PREFEITURA DO ASSÚ DIVULGA NOTA DE PESAR PELO FALECIMENTO DO EX-PREFEITO DE ASSÚ EDGARD MONTENEGRO

luto_oficial-640x360

A Prefeitura Municipal do Assú manifesta seu mais profundo pesar pelo falecimento do ex-prefeito do Assú Edgard Borges Montenegro, ocorrido no inicio da noite desta quarta-feira, 17, em natal.

Edgard Montenegro tinha 94 anos, e foi prefeito do Assú de 1948 até 1953.

Diante do triste fato e da perda irreparável, o prefeito Ivan Júnior, em nome de toda a administração municipal, lamenta a morte de um homem valoroso, que na sua época prestou grandes serviços ao município e ao estado, decretando Luto Oficial de três dias e transferindo, para uma nova data, a programação para inauguração de obras que estava prevista para a tarde desta sexta-feira, 19.

Que Deus, em sua infinita misericórdia, possa confortar familiares e amigos.

Assú 18 de dezembro de 2014

Ivan Lopes Júnior

Publicidade:
Samucka

FALECIMENTO DE DR. EDGARD ADIA DIPLOMAÇÃO DO DEPUTADO GEORGE SOARES

george-edgard

A diplomação dos candidatos eleitos no pleito deste ano ocorrerá hoje, quinta-feira (18), às 17h, no Centro de Convenções de Natal.  Na ocasião, será diplomado o governador eleito Robinson Faria (PSD), o vice-governador eleito Fábio Dantas (PCdoB) a senadora eleita Fátima Bezerra (PT), os oito deputados federais eleitos e os 24 deputados estaduais que obtiveram sucesso no pleito deste ano.

Em virtude do falecimento do avô do deputado George Soares, ex-deputado Edgard Borges Montenegro, ocorrido na noite de ontem em Natal, cujo sepultamento ocorrerá hoje as 17;30h em Assú, a diplomação de George, eleito para seu segundo mandato consecutivo acontecerá em sessão extraordinária na sede do TRE em data que será marcada posteriormente.

José Regis de Souza

REGIStrando

Publicidade:
Samucka

EM DESPEDIDA DO CONGRESSO, APÓS 44 ANOS, HENRIQUE ALVES CHORA

henrique-choro

A Folha de São Paulo destaca que, em sua sessão de despedida depois de 44 anos na Câmara dos Deputados, o presidente da Casa, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), chegou às lágrimas na noite desta quarta-feira (17) ao ser homenageado por colegas. Nas eleições de outubro, o peemedebista deixou de disputar a reeleição para o Congresso e tentou se eleger para o governo do Rio Grande do Norte, mas acabou derrotado. Agora, ele é cotado para assumir um ministério no segundo mandato da presidente Dilma Rousseff na cota do PMDB da Câmara.

A homenagem ocorreu após quase nove horas de sessão, sendo prestigiado por parlamentares governistas e oposicionistas. “Vai ter a Câmara antes e [a Câmara] depois de Henrique Eduardo Alves”, disse o líder do PT, Vicentinho (SP). “O senhor tem uma carreira brilhante, de muito respeito”, completou. Responsável por puxar a série de homenagens, o deputado Nilson Leitão (PSDB-MT), afirmou que a “história da Câmara se confunde com a história de Alves”.

Ao ouvir os deputados, Alves chorou, tirou um lenço do bolso para enxugar as lágrimas, agradeceu os cumprimentos, mas não se manifestou. Há quase dois anos no comando da Casa, Alves colecionou enfrentamentos com o Planalto, impondo derrotas ao governo da presidente Dilma Rousseff, e também com o STF (Supremo Tribunal Federal) ao defender, por exemplo, autonomia do Parlamento para discutir propostas.

Ele deixa o comando da Casa sem conseguir aprovar sua principal bandeira de campanha que torna obrigatória a execução de obras e investimentos indicados por deputados e senadores ao Orçamento – as chamadas emendas parlamentares. Nos bastidores, congressistas dão como certo a volta da proposta para a gaveta do Congresso.

As emendas parlamentares são um dos pontos mais sensíveis na relação entre o Congresso e o Executivo. A liberação das verbas é usada como moeda de troca, pelos dois lados, especialmente em meio a votações de projetos estratégicos. Parceiro do vice-presidente, Michel Temer, Alves trabalha agora para eleger o líder do PMDB, Eduardo Cunha (RJ), para sucedê-lo, mesmo com a resistência do Planalto.

Postado por Robson Pires

Publicidade:
Apice

EMENDA DE JOÃO MAIA DESTINA 50 MILHÕES DE REAIS PARA SEGURANÇA PÚBLICA DO RN

João_Maia

Além de concluir seu segundo mandato na Câmara dos Deputados, o deputado federal João Maia (PR) também se despede da coordenação da Bancada Potiguar. Na reunião desta semana para a apresentação das emendas parlamentares ao Orçamento de 2015, João Maia priorizou este ano sua emenda para a Segurança Pública do Estado.

Serão 50 milhões de reais destinados para o reaparelhamento, modernização organizacional e tecnológica das instituições de Segurança Pública na Região Metropolitana de Natal. Essa emenda é carimbada no Ministério da Justiça.

Publicidade:
Dentista

CORPO DE DR. EDGARD MONTENEGRO SERÁ VELADO EM NATAL, IPANGUAÇU E ASSÚ

_DSC0993 (1)

O corpo do ex-deputado estadual e ex-prefeito Edgard Borges Montenegro (94 anos) será velado em três municípios.

Inicialmente o corpo será velado na Assembleia Legislativa, na capital potiguar, até as 11h desta quinta-feira (18). Em seguida o corpo será transladado para Ipanguaçu onde será velado na Câmara Municipal.

Em Assú, o velório acontecerá na capela do Educandário Nossa Senhora das Vitórias (ENSV).

Ainda na noite de hoje (17) os familiares decidirão se o sepultamento acontecerá no final da tarde de amanhã ou na sexta-feira.

Com informações de Samuel Junior

COMPLEMENTANDO A INFORMAÇÃO:

O velório em Assú será na capela do Educandário Nossa Senhora das Vitórias (ENSV), com missa de corpo presente as 16h e o sepultamento no final da tarde de hoje (18).

REGIStrando

Publicidade:
Centro Odontológico - Eudson

LUTO: FALECEU O DR. EDGARD BORGES MONTENEGRO

edg

Edgard Borges Montenegro - 1948 - 1953

EDGARD BORGES MONTENEGRO

Faleceu por volta das 19:50h de hoje 17 de dezembro, o Dr: Edgard Borges Montenegro.

Edgard Borges Montenegro é, no sentido amplo da palavra, uma legenda viva… Um passageiro do tempo.

Nasceu em Assu no dia 22 de junho de 1920, sendo o 3º de uma prole de 10 filhos, 03 morreram ainda crianças, inclusive a única mulher do casal Manoel de Melo Montenegro e dona Cândida Borges Montenegro.

Edgard recebeu as bênçãos do matrimônio no dia 28 de maio de 1946 com a Sra. Maria Montenegro de cujo matrimônio nasceram 07 filhos: Edgard Borges Montenegro Júnior, Edmar Macedo Montenegro, Paulo Roberto Macedo Montenegro, Rizza Maria Macedo Montenegro, Rejane Maria Montenegro Nunes Fernandes e Dália Maria Macedo Montenegro. Sua filha Rizza foi à primeira filha a lhe dar uma neta e uma bisneta.

Matriculou-se no Colégio “Nossa Senhora das Vitórias” no dia 04 de janeiro de 1928 onde fez o curso primário sendo da primeira turma masculina daquele estabelecimento de ensino. Depois freqüentou o Colégio Pedro II em Natal e, posteriormente, o Ginásio de Lavras, do Instituto Gamon em Minas Gerais. Ingressou na Escola Superior de Agronomia de Lavras onde se destacou como desportista. Fez parte da equipe de Basket-bol de 1940 e da primeira equipe de volley olímpica em 1941 onde participou, no ano de 1942, da olimpíada brasileira no Rio de Janeiro representando o estado de Minas Gerais. Época em que afirma ter adquirido muitos amigos dos diversos estados brasileiro.

Recebeu o seu diploma de Engenheiro Agrônomo no dia 08 de dezembro de 1945. Regressando a sua terra entrou na vida pública como o sexto Prefeito constitucional do município do Assu tendo sido eleito em 1948 e administrado este município de 1949 a 1953.

Neste período o Assu recebeu diversos benefícios públicos, tais como: Construção da Ponte Felipe Guerra; primeiras pavimentações a paralelepípedo; construção da Praça do Rosário, início da construção do prédio da Prefeitura Municipal do Assu, instalação do primeiro serviço de alto falante da região “A Voz do Município”, também pela primeira vez foi desobstruído o canal natural que abastece a Lagoa do Piató, e, entre outras obras, este presente na viabilização da instalação do Instituto Padre  Ibiapina (1948), construção do Grupo Escolar Tenente Coronel José Correia (1949), início da construção da Escola Normal (atual escola Estadual Juscelino Kubitschek), CIBRAZEM e Hospital da Fundação SESP além de ter viabilizado a vinda do primeiro conjunto habitacional do Assu, conhecido como “Casas Populares” edificadas no atual bairro Dom Elizeu.

No limiar de sua vida pública Edgar foi, além de Prefeito, Deputado Estadual eleito em memoráveis campanhas políticas por 04 legislaturas: 1954, 1958, 1962, 1966 a 1970.

Sempre dispôs da amizade, respeito, admiração e incontestável apóio das grandes lideranças da região e do Estado. Representou o Assu e o Rio Grande do Norte em congressos, conferências e seminários por quase todo o Brasil. Sempre se destacou pela sua verve de grande orador.

Encerrou sua vida pública como vice-prefeito do município de Ipanguaçu, eleito por duas legislaturas seguidas tendo como companheiro de chapa o amigo José de Deus Barbosa Filho.

No serviço público ficou a frente das seguintes instituições: Comissão de Desenvolvimento do Vale do Assu – CODEVA; COFAN; Departamento Nacional de Obras Contra as Secas – DNOCS; Cooperativa Agropecuária do Vale do Assu Ltda – COAPERVAL; Federação da Agricultura do Rio Grande do Norte; Conselheiro Estadual do SEBRAE. A frente destes órgãos muito pôde contribuir para o desenvolvimento sócio econômico do Vale e do Rio Grande do Norte.

O estádio de futebol do Assu leva o seu nome. Foi construído graças ao seu espírito esportivo e colaborador. Num gesto de grandeza fez doação, em comum acordo com a família, do terreno onde se encontra edificado o Estádio Edgard Borges Montenegro (Edgarzão) que na solenidade de inauguração adentrou levantando a bandeira branca simbolizando a paz e a harmonia entre os povos.

Homem de inegável postura de idoneidade, integridade e respeito. Orador de primeira grandeza, sábio articulador.

Doutor Edgard, é um cidadão de experiência apurada, sempre foi grande, porque se fez entender pelos pequenos, partilhando com o povo suas alegrias. Costuma afirmar que: “Felizes os que sonham,  ainda que não possam concretizar os voos, porque o sonho de um só cidadão não passa de um mero sonho… mas, quando o sonho é partilhado em sociedade absolve o espírito  cooperativista e torna-se realizável”.

Assim é o ‘Comandante Edgard Montenegro’: calmo e firme em suas decisões. Um sonhador… Um cidadão que nunca precisou jurar. Seu caráter sempre jurou por ele.

 POR IVAN PINHEIRO  

REGIStrando

Publicidade:
Ceramica Semar

PREFEITURA DO ASSÚ, PRONATEC E SENAI INICIAM MAIS UM IMPORTANTE CURSO PROFISSIONALIZANTE

Curso Dedé 003

A Prefeitura de Assú, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Habitação, divulgou que o início do curso de eletricista predial de baixa tensão, promovido pelo Pronatec/SENAI, as aulas tiveram inicio nesta quarta-feira (17), às 08h, na sede da Secretaria de Desenvolvimento Social.

A coordenação do curso destacou que a aula de hoje foi uma aula especial, e excepcionalmente foi realizada na sede de própria secretaria, onde os alunos preencheram um questionário e conheceram a sua grade curricular .

De acordo com a titular da pasta, Maira Leiliane, o curso contempla todas as áreas de uma boa instalação elétrica e como deve ser aplicado o trabalho em obras.  “No curso, o aluno vai aprender a executar, manter e reparar instalações elétricas prediais de baixa tensão, de acordo com projetos e em conformidade com normas técnicas, regulamentadoras, ambientais e de segurança vigentes”, explicou a gestora.

SEACOM/Assessoria de Imprensa – PMA

Publicidade:
Samucka

AUMENTO SALARIAL PARA GOVERNADOR, VICE E SECRETÁRIOS É APROVADO NA ALRN

PLENARIO

O projeto de lei de autoria dos deputados Tomba Farias (PSB) e Raimundo Fernandes (PROS), que prevê o aumento de vencimento do governador, vice-governador e secretários de estado a partir do dia 1º de janeiro, foi aprovado pela maioria dos deputados presentes na sessão plenária desta quarta-feira (17). A matéria recebeu duas abstenções – Nélter Queiroz (PMDB) e Márcia Maia (PSB) – e um voto contrário do deputado Fernando Mineiro (PT).

O subsídio do governador será de R$ 21.914,76 a partir do dia 1º de janeiro de 2015 e o do vice-governador será R$ 17.531,80. Os secretários de estado receberão provimentos mensais no valor de R$ 14.080,09. Segundo o projeto, assinado pelo presidente e vice-presidente da Comissão de Finanças daAssembleia Legislativa, o projeto visa a recomposição dos subsídios dos agentes públicos  de modo a compensar as perdas sofridas em face do processo inflacionário no período compreendido entre 1º de janeiro de 2003 e 1º de novembro de 2014.

Os índices aplicados, justifica o documento, seguem os mesmo utilizados e fornecidos pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). “As despesas decorrentes desta lei correm à conta das dotações do Poder Executivo no Orçamento Geral do Estado”, assegura.

Nélter Queiroz e Márcia Maia se abstiveram da votação e optaram por não se pronunciarem. Já o deputado Fernando Mineiro, que votou contrário ao projeto, citou a atual situação financeira como justificativa para seu voto.

PGE

Outros projetos de lei aprovados na sessão plenária são relacionados à Procuradoria Geral do Estado (PGE). Um deles prevê a criação de um Fundo de Aperfeiçoamento Funcional e Aparelhamento Administrativo da PGE (Funaf). A outra matéria aprovada cria programa de estágio para estudantes de pós-graduação na Procuradoria, denominado PGE Residência. O deputado Hermano Morais (PMDB), que foi relator do Projeto na Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ), elogiou a iniciativa da PGE. “Com a aprovação do Projeto, a Procuradoria poderá contratar estudantes pós-graduados que irão oferecer sua força de trabalho ao órgão”, disse Hermano. Os dois Projetos foram aprovados por unanimidade.

TCE
Outro projeto de lei aprovado na sessão desta quarta-feira é de origem do Tribunal de contas do Estado (TCE) e trata da nomeação de três auditores mediante concurso público de provas e títulos e redefine regras e competências de atuação dos procuradores de conta.

Doação
Aprovado o projeto de lei que autoriza a doação à União de duas áreas de terra integrantes do acervo patrimonial estadual, situadas em Pau dos Ferros e Assu, para fins de construção das novas sedes da Justiça Federal, garantindo estrutura adequada ao atendimento jurisdicional no interior do estado.

Balanços

Dois balanços geral de prestação de contas do estado referente aos exercícios de 2011 e 2012 foram aprovados pela maioria dos deputados presentes.

Publicidade:
Pedrinho Eletromoveis

GRAÇA FOSTER: “EU E DIRETORES PRECISAMOS SER INVESTIGADOS”

graca-foster-presidente-petrobras-20121008-size-598

Em meio a denúncias de corrupção na Petrobras, a presidente da estatal, Graça Foster, reconheceu que ela e diretores da companhia precisam ser investigados. “Eu preciso ser investigada, nós precisamos ser investigados, isso leva tempo”, afirmou a jornalistas. Pressionada para deixar o cargo, a executiva admitiu que “existem pessoas dentro da companhia preparadas para substituí-la. “Há dentro e fora da companhia pessoas que podem assumir a cadeira da presidente, mas acreditamos em nós, na nossa moral”, disse, considerando também outros diretores.

A operação Lava Jato da Polícia Federal, que já resultou na aceitação de várias denúncias pela Justiça Federal nesta semana, investiga um esquema de desvios em obras da estatal, envolvendo empreiteiras e pagamentos ilegais a políticos, que levou auditores independentes a se negarem a assinar o balanço do terceiro trimestre.

“Hoje estou aqui presidente da Petrobras enquanto eu contar com a confiança da Presidência, e ela (Dilma Rousseff) entender que eu deva ficar”, disse Graça Foster. “Minha motivação é não travar a assinatura do balanço da Petrobras por conta da investigação”, acrescentou.

Na última sexta-feira, a Petrobras adiou novamente a divulgação das demonstrações contábeis não auditadas do terceiro trimestre de 2014 para até 31 de janeiro, devido a desdobramentos da operação Lava Jato. O novo adiamento foi possível porque os credores aceitaram mudanças nos termos contratuais dos bônus (covenants) que tratam dos prazos para a apresentação dos resultados, eliminando o risco de a empresa ter que pagar antecipadamente parte da dívida crescente.

Ainda segundo Graça, a atual diretoria precisa ter uma sinalização positiva de que está em condições de permanecer, do ponto de suas práticas de governança, e para isso necessita ser investigada, o que poderá atrasar ainda mais a divulgação do balanço.

Segundo reportagens publicadas pela imprensa nos últimos dias, a presidente da Petrobras teria sido avisada sobre irregularidades na estatal. Entre as denúncias publicadas por jornais estão o pagamento de 58 milhões de reais para serviços que não foram prestados na área de comunicação, em 2008; superfaturamento de 4 bilhões de dólares para mais de 18 bilhões de dólares nos custos da Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco; e contratações de fornecedores de óleo combustível das unidades da Petrobras no exterior que subiram em até 15% os custos.

(Com agência Reuters)

Publicidade:
Cesar & Cesar