SENADOR JOSÉ AGRIPINO NEGA FUSÃO DO DEM COM OUTRA LEGENDA

agripino-maia-senador

O senador José Agripino negou nesta terça-feira especulações sobre uma possível  fusão do DEM com outra legenda.

Presidente nacional e líder do partido, JA lembrou que não foi apenas o DEM que diminuiu de tamanho na Câmara, passando de 27 para 22 deputados a partir de 2015.

O senador justifica que partidos grandes como o PT e o PMDB, por exemplo, também viram suas bancadas encurtarem na Casa.

O PT que hoje tem 88 deputados mas para a próxima legislatura, só elegeu 70.

O PMDB caiu de 72 para 66.

“Não existe absolutamente nada sobre essa ideia de fusão. Todos os partidos praticamente diminuíram de tamanho porque se evoluiu de 22 para 28 partidos, isto é, houve uma distribuição de parlamentares pelos partidos a mais que foram criados”, explicou o senador, que reunirá a Executiva Nacional do DEM na primeira quinzena de novembro.

“O que nós temos que fazer é discutir internamente qual é a melhor estratégia para atuação do ponto de vista quantitativo e qualitativo do partido. Vamos fazer um debate interno e, a partir daí, desenvolver uma atuação externa com vistas ao crescimento”, destacou o senador.

Postado por Thaisa Galvão

Publicidade:
AMC

HENRIQUE DIZ QUE PERDEU PARA LULA, NÃO PERDEU PARA ROBINSON

img201310291612415836148MED

Henrique Eduardo Alves já começou a retaliar o governo da presidente Dilma Rousseff (PT), reeleita no último domingo (26).

Ontem (28), em manobra capitaneada por Henrique, os deputados federais aprovaram um projeto que susta os efeitos de um decreto da presidente petista que vincula as decisões do governo de interesse social ao crivo de conselhos populares e de outras formas de participação popular, um tal de Sistema Nacional de Participação Social.

Pois bem. O projeto ainda depende de votação no Senado, mas foi a primeira derrota da presidente após a reeleição. Culpa de Henrique.

A polêmica em torno dos conselhos populares vem rolando há meses e só agora, após perder a eleição de domingo, Henrique Eduardo Alves coloca a matéria em votação e articula a derrubada da proposta de Dilma.

Henrique, claro, negou a retaliação e justificou o resultado como uma manifestação de “altivez” da Câmara dos Deputados.

Mas o povo do Palácio do Planalto não é bobo e credita a derrota de ontem ao ressentimento de Henrique. O parlamentar atribui ao PT, em especial ao ex-presidente Lula, sua derrota na eleição estadual.

Aos jornalistas em Brasília, a Folha registra hoje, Henrique tem dito que não foi derrotado por Robinson Faria, e sim por Lula.

Henrique diz uma meia verdade. O vídeo gravado por Lula em favor de Robinson contribuiu para seu insucesso nas urnas, mas há outros fatores que se somam para explicar a derrota fragorosa: o sentimento popular contra o acordão, os altos índices de rejeição ao deputado (48%), a falta de cumprimento de boa parte dos acordos com as lideranças políticas e a citação na delação premiada de Paulo Roberto Costa.

Dizer que perdeu para Lula em vez de perder para Robinson é mais chique para o presidente da Câmara dos Deputados. Pode soar mais compreensível aos ouvidos de interlocutores privilegiados em Brasília. Quem danado é Robinson Faria para o colégio de líderes na Câmara dos Deputados? Quem danado é Robinson Faria nas rodinhas de jornalistas no Congresso? Quem danado é Robinson Faria na reunião da alta cúpula do PMDB?

Agora, Lula todo mundo conhece, teme e entende.

A verdade é que Henrique Eduardo Alves, mesmo com uma aliança que reuniu 17 partidos e todos os ex-governadores vivos, perdeu para Robinson Faria e para o PT de Fátima Bezerra e de Fernando Mineiro.

Henrique perdeu para Robinson do mesmo jeito que perdeu para Wilma de Faria   (88) e para Aldo Tinôco Filho (92), nas disputas pela Prefeitura de Natal. Quem foi o algoz de Henrique nestas ocasiões?

Verdade seja dita: faltou voto para Henrique vencer a eleição estadual.

E por conta disso, Henrique Eduardo Alves está pê da vida com o PT.

Diógenes Dantas

Publicidade:
Churrascaria O Barandão

SUCESSÃO NA ASSEMBLEIA ENVOLVE DISPUTA NO PROS

cats10

A finalização do pleito eleitoral intensificou as articulações para a escolha da nova mesa diretora na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. Em curso, a sucessão do atual presidente da Casa, deputado Ricardo Motta (PROS), ganha novos personagens. Motta , que concluiu agora o segundo mandato à frente da mesa diretora, já trabalhava no projeto de continuar. Uma mudança no regimento interno, já aprovada, não considera como “terceiro mandato” a reeleição em legislaturas diferentes, mesmo que consecutivas.

No entanto, o projeto de Motta passava também por um apoio do candidato ao Governo Henrique Alves (PMDB). Com a vitória de Robinson Faria (PSD) para o Executivo surgiu um novo candidato a presidente da Assembleia. O deputado estadual Gustavo Carvalho (PROS) e José Adécio (DEM), que aderiram às candidaturas de Robinson no segundo turno, tentam articular uma base de apoio para se lançarem candidatos.

Nos corredores da Assembléia, os deputados estaduais não admitem, oficialmente, que as conversas estejam avançadas. Mas o fato concreto é que as articulações são muitas. Em comum, está a constatação de todos os grupos que a eleição de Robinson Faria mudou o curso do processo da escolha do novo presidente da Casa.

O deputado estadual Nelter Queiroz (PMDB) considerou muito cedo a discussão sobre a presidência da Assembleia, mas admitiu que na eleição para presidente sempre há interferência do governador. “É muito cedo. Acho que a Assembleia é quem vai decidir, mas claro que sempre há interferência de governo”, observou. Ele, no entanto, disse que Robinson Faria deveria dedicar atenção aos problemas do Estado. “Acho que o governador eleito (Robinson Faria) deve cuidar de coisa mais importantes. Ele conhece a Casa e não conhece o governo”, frisou.

Panorama Político

Publicidade:
Ceramica Semar

PREFEITURA DO ASSÚ INICIARÁ PAGAMENTO NESTA QUINTA (30)

pagamento dos servidores 2014

A Prefeitura do Assú, através da Secretaria de Planejamento e Finanças iniciará nesta quinta-feira, 30, o pagamento do funcionalismo municipal referente ao mês de outubro em curso.

O pagamento será efetuado obedecendo a Portaria Nº 458/2014, que estabelece pequenas mudanças no calendário de pagamento, motivadas por alterações realizadas por parte da Secretaria do Tesouro Nacional nas datas de transferência de recursos destinados aos programas e ações no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS).

Veja a portaria publicada no diário oficial edição Nº2531, da ultima segunda-feira (27).

PORTARIA Nº 458/2014

O PREFEITO MUNICIPAL DO ASSÚ, Estado do Rio Grande do  Norte,  no  uso  de  suas  atribuições legais,  que  lhe  são  conferidas  pela  Lei  Orgânica do Município; CONSIDERANDO  alteração  do  cronograma  de repasses  mensais  por  parte  do  Ministério  da Saúde,  relativas  às  transferências  oriundas  dos programas e ações no âmbito do Sistema Único de  Saúde  (SUS),  em  função  das  deliberações financeiras efetuadas pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN).

CONSIDERANDO a necessidade de alteração do calendário de  pagamentos  do  funcionalismo público  municipal  para  o  último  trimestre  do exercício de 2014.

R E S O L V E:

Art. 1º – Alterar o Calendário de Pagamentos dos servidores públicos municipais,  referente  ao último trimestre do exercício de 2014, conforme cronograma abaixo:

PMA novo calendario pagemento 2014

Art.  2º –  Esta portaria entra em vigor na data  de sua  publicação,  sendo  revogadas  as  disposições em contrário.

SEACOM-PMA

Publicidade:
Centro Odontológico - Eudson

COM DELAÇÃO PREMIADA, EMPRESÁRIO PROMETE REVELAR A QUEM SUBORNOU

Piti-Reali-Estadao-Conteudo-Marcelo-Odebrecht

EXECUTIVO FAZ DELAÇÃO PREMIADA E PODE PÔR EM MAUS LENÇÓIS GENTE GRAÚDA COMO MARCELO ODEBRECHT (DIR.)

Depois dos operadores do Petrolão Paulo Roberto Costa e Alterto Youssef, chegou a vez de um representante dos corruptores celebrar acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal. O executivo Julio Camargo, da empresa Toyo Setal, prometeu colaborar nas investigações de desvio de dinheiro de obras da Petrobras para partidos políticos, como PT, PP e PMDB.

A empresa de origem japonesa Toyo Setal e a Odebrecht foram citadas pelo doleiro Youssef em depoimento à Justiça Federal de Curitiba, como fornecedoras da Petrobras que realizaram pagamento de propina no exterior. Ele revelou que a propina foi depositada no exterior e por ele “internalizada” no Brasil, para posterior distribuição a políticos corruptos. A delação de Camargo criou ambiente de tensão no grupo presidido por Marcelo Odebrecht, um dos maiores perceiros do governo, na era Lula, com contratos bilionários no Brasil e no exterior.

No acordo de delação premiada estendido a empresas, o Ministério Público Federal promete redução do tamanho de sentenças em troca de assinatura de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), no qual se comprometam a cessar a prática e adotar regras de governança corporativa em suas relações com o setor público.

Diário do Poder

Publicidade:
Churrascaria O Barandão

HENRIQUE AJUDA A DERRUBAR DECRETO DE CONSELHOS POPULARES E IMPÕE 1ª DERROTA A DILMA APÓS REELEIÇÃO

camara_outubro2014

Dois dias após ser reeleita, a presidente Dilma Rousseff sofreu sua primeira derrota na Câmara dos Deputados. Os parlamentares aprovaram nesta terça-feira (28) um projeto que susta os efeitos de um decreto da petista que vincula decisões governamentais de interesse social à opinião de conselhos e outras formas de participação popular.A informação é da Folha de São Paulo.

O texto segue para votação no Senado. A derrubada da medida foi capitaneada pelo presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), com apoio do PMDB, principal aliado do Planalto, partidos da base aliada e da oposição. O PT, PC do B e PSOL, favoráveis à consulta popular, ficaram isolados na defesa da proposta.O projeto de Dilma foi rejeitado por votação simbólica, que não contabiliza os votos.

Postado por Marcos Dantas

Publicidade:
Pedrinho Eletromoveis

DEPUTADO GEORGE SOARES DÁ PARECER FAVORÁVEL A DOIS PROJETOS NA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA

GE1

O deputado-relator da Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa do RN, George Soares, aprovou mais dois projetos de leis na manhã desta terça, 28.

A primeira matéria foi o projeto de lei de autoria do deputado Leonardo Nogueira que institui o dia do Terço dos Homens no calendário estadual,  incluindo emenda modificativa da data antes escolhida, 26 de outubro. Para correçao, os fundadores do movimento católico sugeriram instituir o dia 12 de outubro. Ficando assim estabelecido o dia do Terço dos Homens no dia 12 de outubro.

A segunda matéria lida pelo deputado George na CCJ foi o projeto de lei de autoria do deputado Walter Alves que determina a obrigatoriedade de implantação de placas bilíngües informativas em terminais rodoviários, nos pontos turísticos, nos órgãos públicos, na sinalização de ruas de todo o estado.

O relator classificou os projetos como sendo boas inciativas para o RN e deu parecer favorável a ambos que agora seguem os trâmites de aprovação em plenário para se tornarem leis.

Assessoria de Imprensa do Deputado Estadual George Soares
Publicidade:
Leila Cabeleireira

VOTO DE GEORGE SOARES PODERÁ SER DECISIVO PARA A REELEIÇÃO DE RICARDO MOTTA NA CASA LEGISLATIVA DO ESTADO

gr1

O deputado George Soares poderá decidir a reeleição do deputado Ricardo Motta, que pretende se perpetuar no poder por três legislaturas.

É imoral, e anti-democrático que um deputado se perpetue no poder durante tanto tempo.

Depois de uma eleição consagradora de Robinson Faria, que já conta com 8 deputados, o que se espera é que, o novo presidente da assembleia legislativa tenha plena consonância com os deputados eleitos.

Será que a municipalização de uma campanha antecipada em Assú, fará com que o deputado George Soares vote em Ricardo Motta para presidente?

Em acontecendo, George assina um atestado de aceitação com o seu grande rival Ivan Júnior, que disputou acirradamente nas urnas voto a voto para tentar derrotá-lo.

A eleição de presidente da assembleia legislativa, tendo o voto de George dado a Ricardo Motta, por mais amigo que George seja de Ricardo, será um desrespeito ao eleitor assuense que lhe conferiu 15.421 votos, enquanto Ivan Júnior deu ao seu opositor 3.301 votos.

José Regis de Souza

REGIStrando

Publicidade:

MENSAGEM DA PREFEITURA DO ASSÚ AOS SERVIDORES PÚBLICOS

Mensagem - Dia do Servidor Público

Publicidade:
Cesar & Cesar

NA CÂMARA, 14 PEDIDOS DE IMPEACHMENT DE DILMA

Roberto-Stuckert-Filho-PR-Dilma-Rousseff11

Há 14 pedidos de impeachment da presidenta Dilma protocolados na Câmara dos Deputados, dois deles provocados pelo recente escândalo do Petrolão. Além disso, a revelação de que ela, como Lula, sabia de tudo, segundo o doleiro Alberto Youssef contou à Justiça Federal na semana passada, fez acelerar um abaixo-assinado no site Avaaz: ontem, no começo da noite, já havia mais de 1,1 milhão de adesões.

“Aquecidos” pela eleição de domingo, os pedidos de impeachment dificilmente vão prosperar: a maioria governista na Câmara os arquiva.

Os dois pedidos de impeachment de Dilma foram protocolados na Câmara pelos advogados Luis Carlos Crema e Matheus Sathler.

Onze pedidos de impeachment já foram arquivados pelos presidentes da Câmara da era Dilma, Henrique Alves (PMDB) e Marco Maia (PT).

A palavra impeachment, um dia depois da reeleição da petista, entrou para os Trending Topics Brasil, lista dos mais citados na rede social.

Diário do Poder

Publicidade:
Ultrassu