Loading Player...


Você está ouvindo uma transmissão ao vivo ...
OUÇA EM OUTROS DISPOSITIVOS:
OR Choose your mobile to Tune-In

NOMES DO SECRETARIADO DE ROBINSON SERÃO ANUNCIADOS AMANHÃ

154923

O governador eleito Robinson Faria vai anunciar nesta terça-feira (23) os nomes dos integrantes do seu secretariado. As articulações começaram logo após o início do trabalho da equipe de transição e, entre as indefinições estão as pastas da Educação, Fundação José Augusto, Apoio e Reforma Agrária e Secretaria das Mulheres, que serão ocupadas por indicados do PT.

Entre os nomes já confirmados estão o do engenheiro Marcelo Toscano, ex-secretário municipal de Meio Ambiente e Urbanismo em Natal, que deverá presidir a Caern. A advogada Tatiana Mendes Cunha já foi confirmada na equipe e deverá assumir o Gabinete Civil do Governo. Para a Saúde, o nome mais forte é do médico Ricardo Lagreca, diretor do Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL).

Os nomes considerados certos na equipe, além dos já citados, são os da jornalista Georgia Neri (Comunicação); o empresário Ruy Gaspar (Turismo), Francisco Wilkie (Procuradoria Geral do Estado); da esposa do governador eleito, Julianne Faria, para a Assistência Social, a delegada Kalina Leite, atual interventora na Fundac, para a secretária de Segurança e Defesa Social; o empresário Beto Santos, para o Detran;  Paulo César Medeiros, para a Administração (ele já ocupou o cargo no governo Wilma de Faria e foi chefe de gabinete do prefeito Carlos Eduardo em 2008); o ex-vereador George Câmara, para a área dos Esportes e Lazer. O partido também ficará com a presidência da Ceasa.

Fonte: TN

Publicidade:
Dra Isabela

PAPAI NOEL DESCE DE HELICÓPTERO E ENCANTA CRIANÇAS DE TODAS AS IDADES NO “NATAL DAS CRIANÇAS” EM ALTO DO RODRIGUES

PP1

PP2

PP3

PP4

A tarde de domingo (21) na cidade de Alto do Rodrigues ficará marcada na memória e no coração de todas as crianças e adultos que acompanharam a entrega dos presentes do ‘’Natal das Crianças’’ realizado pela prefeitura municipal de Alto do Rodrigues.

Vindo do céu, os “PAPAIS”, o bom velhinho e o prefeito Abelardo, pousaram no pátio da antiga cerâmica Penalto, onde uma grande multidão os aguardava um cordão humano de isolamento foi montado para que não houvesse nenhuma intercorrência durante o pouso da aeronave.

Carinhosos e bondosos, eles desceram do helicóptero acenando para todos, em seguida seguiram em carro aberto e se uniram a multidão, onde foram abraçados, beijados, tiraram fotos, ouviram atentamente os pedidos das crianças e distribuíram brinquedos, muito atenciosos com as pequenas e grandes crianças, uma vez que muitos adultos ainda carregam dentro de si o espírito natalino.

O prefeito Abelardo Rodrigues e sua vice-prefeita Emília Patrícia, juntamente da primeira dama Rita Martins entregaram a chave da cidade ao bom velhinho e em seguida acompanhou a entrega dos presentes a toda criançada.

Natal marcante para a recém-moradora Dona Mára de Alencar, que veio de Parnamirim-RN “muito bonita essa festa vai ficar marcada na memória é um incentivo muito bacana e bem legal onde nenhuma criança ficara sem presente, isso é muito importante”, enfatizou.

Esse foi o primeiro evento natalino realizado no município, e durou cerca de quatro horas, pois a administração armou varias tendas com vários brinquedos e distribuição de Algodão Doce, Picolé, Pipocas, Água Mineral e recepcionou as crianças em solo entregando a cada uma seu presente de natal.

O prefeito Abelardo Rodrigues se mostrou feliz por realizar o Natal das Crianças, em suas palavras o prefeito convidou a todos para participarem da festa de réveillon no município e agradeceu a todos que participarem do evento desejando um Feliz Natal e um ano de muita paz e saúde para todos os altorodriguenses.

Papai Noel seguiu em carro aberto na companhia do prefeito Abelardo Rodrigues, juntos foram até o presépio montado na praça pública, onde o papai Noel recebeu milhares de crianças que vieram tirar fotos com o bom velhinho(LucianoSeixas)………VEJA MAIS FOTOS AQUI.

Postado por

Publicidade:

ALTO DO RODRIGUES: PREFEITURA PROPORCIONA O INESQUECÍVEL I NATAL DAS CRIANÇAS

PAOAI NOEL 1
PAPAI NOEL 2
Com o sol se pondo, helicóptero com papai noel e o prefeito Abelardo se prepara para pousar no pátio da cerâmica Penalto
Este domingo 21 de dezembro, ficará marcado para sempre na história do município. Dia em que um papai noel chegou ao município para fazer a festa da criançada e manter viva o sonho do “bom velhinho”, aparecer no natal.
A prefeitura através das secretarias, de governo, de comunicação, de educação, da saúde, de obras e da assistência social, mobilizaram seus servidores para realizar de forma inédita e inesquecível, o I Natal das Crianças com a chegada do papai noel e muitas atrações.
Foi surpresa para todos, o papai noel, chegar na cidade de helicóptero, ainda mais, acompanhado do prefeito Abelardo Rodrigues que também é reconhecimento “papai”. Antes do pouso do bom velhinho, as crianças brincaram à vontade nos muitos brinquedos espalhados na Praça Joaquim Rodrigues e no Largo da Cerâmica. Pipocas, balas, muitos pula-pula para a criançada e depois da chegada do papai noel, milhares de crianças receberam presentes doados pela prefeitura. Outras surpresas foram proporcionadas à criançada, como o show do palhaço Fuxiquinho, Peppa e Galinha Pintadinha, figuras que alegraram as centenas de crianças, que acompanhadas dos pais, aproveitaram até o fim as atrações.Além do prefeito Abelardo, da vice-prefeita Emília Patrícia, da primeira-dama Rita Martins, estiveram presentes representando a Câmara Municipal os vereadores Pedro Eugênio e Zé Pedro, além de secretários municipais.
Postado por

Publicidade:
Ultrassu - II

A ENTREVISTA DE VENINA VELOSA AO FANTÁSTICO

IMG_6782

D’O Globo:

Venina Velosa diz que entregou denúncias a Graça Foster pessoalmente

Em entrevista ao ‘Fantástico’, ex-gerente da Petrobras diz que relata irregularidades a seus superiores desde 2008

RIO – Os avisos dados por Venina Velosa da Fonseca a Graça Foster sobre irregularidades na Petrobras não foram só por e-mail. A ex-gerente da estatal também teve um encontro pessoal com a atual presidente da empresa quando Graça era diretora de Gás e Energia. No encontro, Venina entregou a Graça documentos sobre denúncias na área de Comunicação. A declaração foi feita por Venina em entrevista exibida ontem no “Fantástico”, da TV Globo.

A ex-gerente revelou também e-mail que enviou a Graça em outubro de 2011; nele, Venina diz que gostaria de conversar com ela “olhando direto nos seus olhos”. Perguntada sobre a declaração de Graça na última quarta-feira de que ela não teria entendido os e-mails, a ex-gerente diz que, como gestora, teria procurado uma explicação — e que Graça tinha acesso a ela e liberdade suficiente para buscar esclarecimentos sobre as questões levantadas.

Venina também falou do impacto que o envolvimento de seu nome nas denúncias teve em sua família, e das ameaças que passou a sofrer. Além disso, quando era diretora de Gás da estatal, Graça Foster, segundo a ex-gerente, teria assinado contrato com seu ex-marido.

PRIMEIRAS DENÚNCIAS

“Desde que eu percebi que havia irregularidades na minha área. Isso aconteceu em 2008. Desde 2008, eu venho reportando esses problemas aos meus superiores, o que culminou agora eu estar levando essa documentação toda ao Ministério Público”.

IRREGULARIDADES

“São vários tipos. Irregularidades de pagamento de serviço não prestado de contratos que, aparentemente, estavam superfaturados; de negociações que eram feitas onde eram solicitadas comissões para pessoas que estavam negociando e uma série de problemas que feriam o código de ética e conduta da empresa”.

CONHECIMENTO

“(Informei) A todos os meus superiores. Informei ao gerente executivo, aos diretores e até a presidente da empresa. Num primeiro momento, em 2008, como gerente executiva, eu informei ao então diretor (de Abastecimento) Paulo Roberto Costa (em prisão domiciliar). Informei a outros diretores como a Graça Foster (atual presidente da Petrobas e ex-diretora de Gás e Energia) e, em outro momento, como gerente geral, eu informei aos meus gerentes executivos, José Raimundo Brandão Pereira (ex-gerente executivo, destituído do cargo em abril deste ano) e o Abílio (Paulo Pinheiro Ramos, gerente executivo). Informei ao diretor (José Carlos) Cosenza (atual diretor de Abastecimento). Informei ao presidente (Sérgio) Gabrielli (ex-presidente da Petrobras e antecessor de Graça Foster). Informei a todas a pessoas que eu achava que podiam fazer alguma coisa para combater aquele processo que estava se instalando dentro da empresa”.

E GRAÇA FOSTER

“Eu estive com a presidente pessoalmente quando ela era diretora de Gás e Energia. Naquele momento, nós discutimos o assunto. Foi passada a documentação para ela sobre processo de denúncia na área de comunicação. Depois disso, ela teve acesso a essas irregularidades nas reuniões da diretoria executiva. Eu era responsável, como gerente executiva corporativa, pelo orçamento. O que significa isso? Esse projeto vai dar lucro ou prejuízo? No final das contas, é isso que a empresa quer”.

COMPREENSÃO DO EMAIL

“Se isso não está suficientemente claro, eu como gestora buscaria uma explicação, principalmente de uma pessoa que eu tinha muito acesso. Nós tínhamos muito acesso, éramos próximas. Então ela teria toda liberdade de falar: ‘Venina, o que está acontecendo?’ ”.

ESQUARTEJAMENTO DE PROJETOS

“Você tem uma refinaria. São várias unidades que são construídas. Então, você tem várias formas de fazer a contratação. Você facilita ou dificulta a fiscalização. Em nenhum momento, se não houve a compreensão do que eu estava falando, fui chamada a dar esclarecimento sobre o assunto. Então, teve esse momento, e teve agora, no fim da minha gestão em Cingapura que eu fiz relatório em toda minha área de gestão, resultados bons”.

ENCONTRO COM PAULO ROBERTO

“Esse evento aconteceu quando eu fui apresentar o problema que ocorreu na área de comunicação. Eu cheguei na sala dele e falei: ‘olha, aqui tem só uma amostra do que está acontecendo na área’. Eram vários contratos de pequenos serviços onde nós não tínhamos conhecimento do tipo de serviço, mostrava esquartejamento do contrato. Naquele momento, eu falei: ‘eu nunca soube, estou sabendo isso agora e acho que é muito sério e temos que tomar atitude’. Aí, ele pediu que eu procurasse o gerente responsável e pedisse para que ele parasse. Eu falei: ‘ele já fez, não tem como eu chegar agora e falar vamos esquecer o que aconteceu e vamos trabalhar diferente’. Existe um fato concreto que tinha que ser apurado e investigado. Nesse momento ele ficou muito irritado. A gente tava sentado na mesa da sala dele. Ele apontou para o retrato do Lula, apontou para direção da sala do Sérgio Gabrielli e perguntou: ‘Você quer derrubar todo mundo?’. Eu fiquei assustada e disse: ‘Olha eu tenho duas filhas, tenho que colocar a cabeça na cama e dormir e no outro dia eu tenho que olhar nos olhos delas e não sentir vergonha’ ”

PRESSÃO

Durante esse processo todo da comunicação, eu fui muito assediada, fui muito pressionada. O tempo todo havia assistentes do presidente, assistentes dos diretores na minha sala falando: ‘Tem muita gente envolvida, você não pode tratar essa questão dessa forma’. Então, quando a gente conduziu todo o processo, eu tinha que formatar, fazer um documento final para que ele fosse encaminhado para as áreas que teriam que tomar as ações e, na verdade, o que estava ocorrendo era uma pressão grande para que isso não fosse feito. Eu fui lá não pra pedir para formatar. Foi pra falar o seguinte: o que que eu faço? Para quem que eu mando? Diretor? Na verdade, era para pedir conselho. O que eu fiz foi emitir um documento para a diretoria que é quem teria que tomar as ações, copiando o Jurídico e o diretor de Abastecimento”.

AFASTAMENTO

“Depois que eu apurei essa questão da área de comunicação, depois desse processo todo da área de comunicação, a gente recebeu várias ameaças por telefone. As minhas filhas deveriam ter 5 e 7 anos. Eram bem novas. Tiveram outros momentos mais difíceis. A opção que eles fizeram em 2009 foi me mandar para o lugar mais longe possível, onde eu tivesse o menor contato possível. Aparentemente, eu estaria ganhando um prêmio indo pra Cingapura, mas o que aconteceu realmente foi que, quando eu cheguei lá, me foi dito que eu não poderia trabalhar, que eu não poderia ter contato. Quando me foi informado que seria afastada da minha função, o que foi dito pela Petrobras é que não existia claramente nenhum dolo, nenhum problema. Quando me foi informado, primeiro eu fiquei sabendo pelos jornais, depois o gerente executivo me ligou e eu perguntei: quais as razões? O que ele me respondeu foi o seguinte: estou passando o recado do diretor. Ai eu disse: ‘então, por favor, me passa o telefone do diretor que eu vou perguntar as razões’. O diretor me ligou dizendo que eu estava sendo afastada por falhas em procedimentos administrativos, mas que ele não tinha lido o relatório direito, mas que ia conversar e me dar uma resposta. Eu vendo que não tinha clareza nos motivos, como não sabia o motivo, não me foi dado direito de defesa e não foi me dada informação. Foi aí que eu encaminhei relatório para a presidente Graça perguntando o que tava acontecendo. Para a minha surpresa, na sexta de manhã eu recebo um documento com a minha saída e, na parte da noite, eu recebo um e-mail da presidente pedido para que o diretor jurídico verificasse as providências”.

ADITIVOS

“Nenhuma área de negócio, não só a minha, nenhum gerente executivo, não só eu, assina contrato ou aditivo. Todos os contratos ou aditivos são negociados e assinados pela área de serviço”.

CUMPLICIDADE

“Eu trabalhei junto com Paulo Roberto, isso eu não posso negar. Trabalhei na diretoria de Abastecimento a partir de 2005. Eu diria que, de 2005 a 2006, foi um trabalho muito voltado para melhoria da gestão de abastecimento que culminou no prêmio nacional de responsabilidade. Eu trabalhei com Paulo Roberto. Esse documento se refere à época desse problema da comunicação que eu falei. Quando começamos a trabalhar, eu falo isso para todos que sou subordinada: eu só trabalho mediante os procedimentos e código de ética. Não trabalho se tiver que contrariar isso. Então, quando começou a acontecer, foi o caso do desvio da comunicação. Então, o que eu quis dizer foi: você está me assediando, eu não vou fazer isso, e o desgaste foi muito grande e a história toda já foi contada. Em momento nenhum eu cedi. Se eu tivesse participado de algum esquema, eu não estaria aqui hoje. Eu não teria feito a denúncia. Não teria ido ao Ministério Público e entregue o meu computador com todos os documentos que eu tenho desde 2002”.

CÓDIGO DE ÉTICA

“Na verdade, as atitudes (que levaram ao afastamento do cargo) não foram fora da ética, nem fora da norma. Foram atitudes pouco corriqueiras para um empregado que quer ver as coisas sendo feitas da forma correta, por um empregado que quer denunciar as coisas escrevendo. Eu escrevi. Eu não entrei na sala e falei, eu registrei. Quando eles falam que eu estou fazendo uma coisa fora do código de ética… Denunciar irregularidade é fora do código de ética?”.

FAMÍLIA

“Eu tinha uma família, sim. Um apartamento, marido, duas filhas. Simplesmente o que eles fizeram foi me afastar do meu país, das empresas que eu tanto gostava, dos meus colegas de trabalho. Eu fui para Cingapura, eu não vi minha mãe adoecendo. Minha mãe ficou cega, fez transplante de coração, eu não pude acompanhar. Meu marido não pode mais trabalhar, ele teve que retornar. Eu fui o tempo todo pressionada para fazer coisas que não eram dentro do código de ética da empresa, a única coisa que me sobrou foi meu nome e quando eu vi que eles colocaram meu nome associado a coisas que eu não fazia eu chamei minhas duas filhas e falei ‘ou eu reajo e tento fazer, limpar meu nome, ou vou deixar isso acontecer, a gente vai ter uma certa tranquilidade agora e o trator vai passar por cima depois. O que vamos fazer?’ E minhas filhas falaram ‘vamos reagir’. ”

CONTRATOS COM O EX-MARIDO

“Na verdade, foram dois contratos, um em 2004 e outro em 2006. Eu me casei em 2007 e a condição para assumir o relacionamento era que o contrato fosse descontinuado. No momento que a gente assumiu a relação, a condição foi: vamos interromper porque tem conduta de ética dentro da Petrobras e minha de que eu não posso continuar. E isso foi feito com parecer jurídico. Agora, só posso dizer que a empresa (dele) é muito competente. Não fui só eu que fiz. A atual presidente, quando trabalhava na diretoria de Gás, também assinou contrato com ele e depois, em 2008, também assinou contrato com a empresa para fazer integração dos modelos de gestão das termoelétricas. Ela fez isso com base nas características técnicas”.

IR ATÉ O FIM

“Eu vou até o fim, sim. Eu também tenho muito medo. Eu não posso falar que eu não tenho, porque no momento que você denuncia, ao invés de ver respostas para as denúncias, você vê, simplesmente, a empresa tentando o tempo todo falar: ‘você não é competente, fez um monte de coisa errada’. O tempo todo as pessoas tendo que responder, mostrando documentos, que aquilo não é verdade. É uma máquina que passa por cima da gente. Eu tenho medo? Eu tenho, mas eu não vou parar. Eu espero que os empregados da Petrobras — porque eu tenho certeza que não fui só eu que presenciei — criem coragem e comecem a reagir. Nós temos que fazer isso para poder, realmente, fazer a nossa empresa ser de volta o que era. A gente tem que ter orgulho. Os brasileiros têm que sentir orgulho dessa empresa. Eu vou até o fim e estou convidando vocês para virem também”.

OBJETIVO

“O que eu quero é uma empresa limpa. O que eu quero é que os funcionários da Petrobras possam sentir orgulho de trabalhar nessa empresa. O que eu não quero é ouvir o que a gente ouve quando entra no táxi e fala assim: ‘O senhor pode me deixar ali na Petrobras?’. Aí vem a brincadeira: ‘Você vai lá pegar seu trocado?’. Eu não quero isso. O corpo técnico não merece isso. Por isso é que eu estou aqui passando por todo esse desgaste que não é pequeno para gente conseguir reerguer essa empresa novamente”.

Publicidade:

VINTE E NOVE MIL VAGAS PARA CONCURSOS EM 2015

concurso-publico-jundiai-01

Setores como saúde, educação e segurança devem abrir postos no próximo ano.

Os editais de concursos com provas para o ano que vem já começam a ser publicados. Em comparação com 2014, há previsão de queda na criação de vagas no Projeto de Lei Orçamentária Anual (Ploa) de 2015. O número estimado é 28.957 para o ano que vem, em comparação aos 47.782 neste ano, uma redução de 39%. Também caiu de 68.172 para 41.244 o número de postos vagos que podem ser preenchidos no próximo ano.

De acordo com o Ministério do Planejamento, a prioridade do governo é preencher vagas em áreas como saúde, educação, segurança e infraestrutura. Ainda assim, levantamentos como o da Associação Nacional de Proteção e Apoio aos Concursos (Anpac), preveem 150 mil postos para o próximo ano, incluindo estados e municípios.

“Em alguns órgãos, o índice de aposentadoria é muito alto, então será necessário fazer concursos em breve ou o quadro ficará deficitário”, explica Maria Thereza Sombra, diretora executiva da Anpac. Segundo levantamentos da associação, há deficit de mais de 10 mil servidores no INSS e de 3 mil na Polícia Federal, para citar alguns exemplos.

Especialistas acreditam que o concurso do INSS deve ser um dos mais disputados entre as apostas para o próximo ano. O certame dos Correios, se for realizado, deve ser o mais concorrido em 2015. Logo em seguida vem o concurso da Polícia Rodoviária Federal e, em terceiro lugar, o do INSS.

O último certame para os Correios, realizado em 2011, teve 1,1 milhão de inscritos para pouco mais de 9 mil vagas. Mas ainda não há confirmação sobre a realização de novo concurso em 2015. Já em relação à PRF, há mais chances de que o concurso seja realizado no próximo ano, com 1,3 mil vagas para o cargo de policial rodoviário federal, uma vez que a autorização já está prevista no anexo V do Ploa de 2015.

O INSS solicitou 4.730 vagas, sendo 2 mil para técnico de seguro social, 1.580 para analista do seguro social e 1.150 para médicos peritos.

Fonte: Nominuto

Publicidade:

DILMA: BRASIL NÃO VIVE CRISE DE CORRUPÇÃO E NÃO HÁ INTOCÁVEIS

dil_rou_abert_part09-1024x681

PRESIDENTE DIZ QUE ESQUEMA PODE EXISTIR HÁ DÉCADAS ANTES DO GOVERNO PT

São Paulo – A presidente Dilma Rousseff afirmou em entrevista ao jornal chileno El Mercurio que o Brasil não vive uma crise de corrupção. A declaração foi feita quando Dilma respondia a uma pergunta sobre os eventuais efeitos políticos das denúncias de corrupção na Petrobras, investigadas pela Polícia Federal na Operação Lava Jato. Segundo ela, “não há intocáveis” no País.

“Minha indignação com as denúncias que envolvem a Petrobras é a mesma que sentem os brasileiros. E quero, como todos eles, que os culpados sejam punidos”, afirmou Dilma ao jornal. “O Brasil não vive uma crise de corrupção, como afirmam alguns. Nos últimos anos começamos a por fim a um largo período de impunidade. É um grande avanço para a democracia brasileira”, disse.

“No Brasil não há intocáveis. Qualquer um que não trate o dinheiro público com seriedade e honestidade deve pagar por isso. É um compromisso do meu governo”, salientou a presidente.

Questionada sobre como é liderar uma campanha “séria” anticorrupção se o próprio partido é protagonista do escândalo da Petrobras, Dilma afirmou é sob seu governo que a Polícia Federal trabalha para desmantelar um esquema que opera antes das gestões do PT na Presidência.

“Essas investigações têm levado ao desmantelamento de um esquema que é suspeito de ter décadas de existência, antes dos governos do PT”, disse a presidente ao voltar a destacar que sua gestão tem liderado o processo contra a impunidade no País. “Eu mesma despedi, três anos antes das investigações, o diretor que confessou para a Justiça a existência de um esquema de desvio de dinheiro na Petrobras”, finalizou.

(Ricardo Chapola/AE)

Publicidade:
Assemb. Legislativa

FÁTIMA RECEBE TÍTULOS DE CIDADÃ DE MACAÍBA E SÃO GONÇALO DO AMARANTE

Macaíba

São Gonçalo

SAO

SAO2

SAO3

SAO4

SAO5

A deputada federal e senadora eleita, Fátima Bezerra (PT), recebeu sexta-feira (19) os títulos de Cidadã macaibense e sãogonçalense. A homenagem, segundo os propositores, foi em reconhecimento ao trabalho desempenhado pela parlamentar em prol do RN, com destaque na área da educação.

“Recebo com o sentimento de gratidão, de muita humildade. Esses títulos são provas do reconhecimento do nosso trabalho e me motivam para trabalhar, ainda mais, em prol do desenvolvimento do RN”, agradeceu Fátima Bezerra.

Em Macaíba, a sessão solene foi proposição do presidente da Câmara Municipal, vereador Gelson Lima (PROS). Fátima Bezerra aproveitou a ocasião para fazer um balanço da atuação dos seus mandatos (estadual/federal) em favor de Macaíba.

“Foi aqui em Macaíba que começou a nossa luta pela criação da Região Metropolitana. Tenho muito orgulho de ter sido autora desse projeto de lei”, lembrou Fátima ao destacar também o seu empenho pela realização da obra da Barragem de Tabatinga. A parlamentar também é autora do projeto de lei que garantiu a meia passagem para estudantes do RN.

No Senado, Fátima se compromete em lutar para que Macaíba seja contemplada com o CÉU das Artes, construção da ponte e a Vila Olímpica.

A deputada fez uma saudação especial a reitora da UFRN, professora Ângela Paiva (também agraciada com a honraria), pela sua atuação à frente da instituição. O secretário municipal de Planejamento, economista José Wilson, também foi homenageado.

São Gonçalo

Jem São Gonçalo do Amarante, a sessão solene foi realizada na Câmara Municipal, onde foram entregues títulos de cidadania a diversas autoridades.

O presidente da Casa, vereador Geraldo Veríssimo (PR), juntamente com o ex-vereador Ivanildo Fernandes, foram os propositores da homenagem a senadora eleita. “É com muita emoção que presido a sessão em que homenageamos a senadora Fátima por todo serviço prestado aqui no município”, disse Geraldo Veríssimo. As palavras do vereador foram endossadas pelo prefeito Jaime Calado, ao reconhecer o empenho e luta da parlamentar em benefício de São Gonçalo.

Na ocasião, Fátima Bezerra citou a maior conquista no campo educacional de São Gonçalo, que foi a chegada do IFRN. A deputada destacou ainda demais contribuições do seu mandato: kit do conselho tutelar, ônibus escolares, construção de escolas, centro profissionalizante, agência do INSS e o Aeroporto.

Além da senadora eleita, o deputado estadual reeleito Fernando Mineiro (PT) recebeu a titularidade, bem como demais autoridades.

Publicidade:

MANDATO DE GEORGE MANTÉM GERAÇÃO SOARES E MONTENEGRO EM EVIDÊNCIA

mandato

A historia conta e diz que nem sempre o novo serve para legislar e governar.

A historia também conta que o hoje pode representar o ontem.

George é o presente de toda uma historia lirica do que fez o seu avô pelo estado em forma poética e responsável.

José Regis de Souza

REGIStando

Publicidade:
Campanha Criança Disk 100

MISSA ESPECIAL INICIA PROGRAMAÇÃO DO NATAL EM ASSÚ

missa1

Ensaio do Coral Fulo do Mato

missa2

missa3

missa4

Neste domingo (21) às 19H30, a Prefeitura de Assú, através da  Secretaria de Juventude, Esporte, Lazer e Turismo, e com o apoio da  Paróquia de São João Batista, inicia a programação especial do Natal e Ano Novo da cidade com missa especial no Anfiteatro Arcelino Costa Leitão.

A missa será comandada pelo pároco de Assú, padre Flávio de Melo, e deverá receber inúmeros devotos e visitantes. “A nossa primeira missa especial de fim de ano trará uma mensagem de conforto e fé para os inúmeros devotos e visitantes que se fizerem presentes. Sempre se lembrando do verdadeiro espírito natalino e da chegada do menino Jesus”, lembrou o pároco.

Logo após a missa, a programação prossegue com o show do coral Fûlo do Mato, que interpretará canções natalinas para os presentes ao Anfiteatro Arcelino Costa Leitão. A apresentação do coral começará às 20H30.

Sons do Natal

Na segunda-feira (22), a programação continua com o show Sons do Natal, apresentado na Praça São João Batista, às 20h00.

“Será uma oportunidade única para os assuenses e os visitantes assistirem a bons espetáculos, ao ar livre, e contemplando também a nossa ornamentação de Natal nas praças onde ocorrerão os shows”, destacou o secretário de Juventude, Esporte, Lazer e Turismo de Assú, Daílson Machado.

SEACOM/Assessoria de Imprensa – PMA

Publicidade:

SENADORES CONTRA TEMER

temer-e-henrique-alves

Os caciques do PMDB do Senado querem convocar eleições para tirar o vice Michel Temer do comando.

Eles estão descontentes com a atuação de Temer na formação do Ministério da presidente Dilma. Reclamam que ele já está representado, é vice, e que não precisa de mais: Moreira Franco e Eliseu Padilha.

O primeiro na lista de sucessores é o presidente do Senado, Renan Calheiros.

Ilimar Franco/O Globo

Publicidade:
Senhorinha II