Loading Player...


Você está ouvindo uma transmissão ao vivo ...
OUÇA EM OUTROS DISPOSITIVOS:
OR Choose your mobile to Tune-In

ALTO DO RODRIGUES: EXIBIÇÃO DA 2ª EDIÇÃO DO “ALTO DO NATAL” REÚNE MORADORES NO LARGO DO CLUBE

LARGO1

LARGO2

LARGO3

LARGO4

LARGO5

LARGO6

Alto do Rodrigues – Centenas de pessoas estiveram na noite deste domingo (28), no Largo do Clube, para assistir a segunda edição do espetáculo “Alto do Natal”, uma encenação do nascimento de Jesus Cristo.

A história foi interpretada por um elenco formado por jovens, sendo a grande maioria moradores do Alto do Rodrigues. Além do padre titular da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Rosário, Marcelo Coutinho, vários membros da igreja católica estiveram presentes no evento.

O Alto do Natal é uma produção da vice-prefeita Emília Patrícia em parceira com a igreja católica, e uma realização da Prefeitura Municipal de Alto do Rodrigues.

Por Keffas Emmanuel

Publicidade:

FUNDO DE PARTICIPAÇÃO DOS MUNICÍPIOS TEM CRESCIMENTO ZERO EM 2014

fpm

Nem dezenove como previsto no início do ano, nem catorze como estimado em maio e muito menos os 9% de novembro, quando foi feita a sexta revisão. O Fundo de Participação, repassado aos municípios do Rio Grande do Norte vai fechar 2014 com um aumento nominal de apenas 6,8% em relação a 2013. A última parcela de dezembro será depositada nesta terça-feira.

Descontando a inflação do período, de 6,45%, segundo as últimas projeções, o ganho será nulo, diferentemente do aumento das despesas das prefeituras com pagamento da folha salarial, dos gastos com energia elétrica e combustíveis.

Este ano, o salário mínimo subiu 6,78%, o piso nacional dos professores teve reajuste de 8,32% e as tarifas de energia elétrica aumentaram 12,75%. “A situação é difícil para as prefeituras. 2014 é um ano para ser esquecido”, disse o presidente da Federação dos Municípios (Femurn), Benes Leocádio, em entrevista recente à Tribuna do Norte.

Para os pequenos municípios potiguares, classificados na faixa mais baixa de repasse (coeficiente 0.6), o FPM deste ano ficará em R$ 5,58 milhões, já incluído nessa soma o 1% da reserva técnica para pagamento do décimo terceiro do funcionalismo municipal.

O Fundo de Participação, principal fonte de arrecadação de 80% dos municípios do RN, é constituído por dois tributos federais: o imposto de renda e o Imposto sobre Produtos Industrializados.

Com base na Lei Orçamentária Anual (LOA), o tesouro fez a primeira projeção para repasse do FPM em 2014, prevendo um crescimento de 19,47% em relação ao ano anterior. Em maio, com base na 3ª revisão da programação financeira da União, a estimativa caiu para 14,10% e encolheu mais ainda (9,16%) na 6ª revisão, no final de novembro.

Com base na última revisão financeira, o Tesouro estimou que os pequenos municípios do Rio Grande do Norte, com menos de 10,188 habitantes, chegariam ao final de 2014 com repasse do FPM na casa dos R$ 5,59 milhões, já descontados os 20% do Fundeb, que são automáticos e destinados apenas ao pagamento de salário dos professores e de investimentos na área da educação.

No ano passado, os municípios potiguares receberam R$ 1,67 bilhão do FPM. Até novembro de 2014 foram repassados R$ 1,57 bilhão. Para 2015, a previsão de crescimento é de 13,4%, mas o ano será de ajustes (leia-se arrocho), conforme já avisou o ministro da Fazenda do governo Dilma-2, que assume o comando da economia a partir de 1º de janeiro.

Por Vicente Neto/TN

Publicidade:

UERN: SELEÇÃO PARA CONTRATAÇÃO PROVISÓRIA ATENDE CAMPUS AVANÇADO DO ASSÚ

projeto (1)

A Fundação Universidade do Estado do RN (FUERN), por meio da Pró-Reitoria de Recursos Humanos e Assuntos Estudantis (PROHAE), torna público, pelo presente edital, a abertura de inscrições para o Processo de Seleção Simplificada para contratação, por tempo determinado de quatro meses.

A oferta de vagas contempla as unidades da UERN nos municípios de Mossoró, Assú, Patu e Caicó.

Os cargos/funções disponíveis – com o respectivo número de vagas – são os seguintes: Engenheiro Eletricista (uma vaga); Engenheiro Civil (01 vaga); Instrutor de Música (01 vaga); Motorista (05 vagas); Eletricista (02 vagas); Auxiliar de Eletricista (05 vagas); Pedreiro/Auxiliar de Serviços Diversos (08 vagas); e, Vigilante (03 vagas).

Na jurisdição do Campus Avançado Prefeito Walter de Sá Leitão, em Assú, a chance é para uma vaga de motorista.

Para mais informações clique AQUI.

Postado por Lúcio Flávio

Publicidade:

SUSPEITA SOBRE POLÍTICOS SUBORNADOS REFORÇA NOVA CPI

listão-da-propina-01

listao-da-propina-02

Lideranças de oposição no Congresso dizem que, diferentemente do que ocorreu com as cinco CPIs que tiveram a Petrobras como alvo nos últimos 25 anos, uma nova Comissão Parlamentar de Inquérito no ano que vem poderá apresentar resultados mais concretos desta vez.

Os oposicionistas afirmam que dão fôlego a uma nova CPI o envolvimento de parlamentares com o esquema de corrupção na estatal e até a decisão da cidade de Providence, capital do estado norte-americano de Rhode Island, de ter incluído em uma das ações contra a companhia a presidente Dilma Rousseff, conforme revelou o jornal O Estado de S. Paulo neste sábado, 27.

Além de Dilma, 11 autoridades e empresários são arroladas como “pessoas de interesse” da ação. Entre elas, o atual ministro da Fazenda, Guido Mantega, o empresário Jorge Gerdau e o executivo Fábio Barbosa, presidente do Grupo Abril, todos eles ex-integrantes do Conselho de Administração da Petrobras.

O líder do PPS na Câmara, Rubens Bueno (PR), disse que, ao contrário das investigações anteriores, não há como a base do governo tentar “acobertar” os desmandos da estatal.

“Isso caiu por terra porque a Justiça, o Ministério Público e a Polícia Federal começaram a agir e atropelaram a base do governo em relação a essas denúncias”, disse.

Para o presidente do DEM, senador Agripino Maia (RN), não há como a base aliada votar contra “evidências contundentes” de irregularidades contra a estatal. Ele considerou como um “fato inédito” o fato de um caso de corrupção no Brasil ser objeto de um pedido de abertura de processo nos EUA contra uma empresa estatal brasileira.

A situação da oposição, porém, não está confortável diante das denúncias da Operação Lava Jato. O ex-diretor Paulo Roberto Costa, por exemplo, afirmou em um dos depoimentos da delação premiada que Sérgio Guerra, ex-presidente do PSDB e ex-senador que morreu em março deste ano, recebeu R$ 10 milhões de uma empreiteira do esquema para que os tucanos ajudassem a esvaziar a CPI da Petrobras que funcionou no Congresso no ano de 2009.

A direção do PSDB nega que o partido tenha colaborado para enterrar a apuração.

Dissonante

Autor de três pedidos de CPI da Petrobras, o vice-líder do PSDB no Senado, Alvaro Dias (PR), acredita, diferentemente de seus colegas, que uma nova CPI pode não ser tão eficaz no momento.

Segundo ele, o melhor para o Congresso seria propor a criação de uma CPI do BNDES, na qual poderiam ser investigados empréstimos do banco a empreiteiras envolvidas na Operação Lava Jato.

“Temos que alargar o foco e até para achar outros vínculos”, disse o senador tucano, ressalvando que essa é uma posição pessoal e não da bancada, que ainda não se reuniu para discutir o assunto.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Publicidade:
Pedrinho II

JORNAL O GLOBO MOSTRA JOSÉ AGRIPINO NA LISTA DAS “APOSENTADORIAS PRIVILEGIADAS”

Agripino-na-lista-das-aposentadorias

Segundo o jornal O Globo, entre os 104 ex-governadores que ganham pensão especial, 15 estão cumprindo mandato de senador. Esse seleto grupo soma os dois rendimentos, beneficiando-se de uma falha na legislação, que instituiu um teto federal, mas não um teto nacional. Na lista, aparece o potiguar José Agripino Maia:

São eles: Casildo Maldaner (PMDB-SC), Luiz Henrique da Silveira (PMDB-SC), Roberto Requião (PMDB-SC), Jorge Viana (PT-AC), João Durval (PDT-BA), Ivo Cassol (PP-RO), Valdir Raupp (PMDB-RO), Edison Lobão (PMDB-MA), Epitácio Cafeteria (PMDB-MA), João Alberto (PMDB-MA), Antonio Carlos Valadares (PSB-SE), Agripino Maia (DEM-RN), Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), Cícero Lucena (PSDB-PB) e José Sarney (PMDB-AP), que recebe a pensão como ex-governador do Maranhão.

Postado por Marcos Dantas

Publicidade:

DIRETÓRIO MUNICIPAL DO PT DE ASSÚ DIVULGA NOTA DE PESAR PELO FALECIMENTO DE JOSÉ VALDI

 josé valdi1

Valdi_nota

Publicidade:
Leila Cabeleleira II

APOSENTADORIA DO DEPUTADO FEDERAL PAULO WAGNER SERÁ INVESTIGADA

paulo-wagner

O Ministério Público Federal no RN (MPF/RN) representou ao Tribunal de Contas da União (TCU), ao Procurador-Geral da República e ao Ministério Público Federal no Distrito Federal contra a aposentadoria por invalidez concedida ao então deputado federal Paulo Wagner Leite Dantas, com proventos correspondentes à totalidade da remuneração dos membros do Congresso Nacional. A representação tem por base matérias jornalísticas que dão conta da existência de possíveis irregularidades na concessão da aposentadoria.

De acordo com a imprensa, antes de assumir o cargo, com base no qual se aposentou, Paulo Wagner já detinha a patologia que fundamenta a aposentadoria por invalidez. Além disso, mesmo com o pedido de aposentadoria por invalidez, de forma contraditória, participou no pleito eleitoral de 2014 como candidato à reeleição, tendo inclusive o seu registro sido deferido. Por outro lado, para o MPF/RN pesa contra Paulo Wagner o fato de que a doença que lhe rendeu a aposentadoria não o impede de exercer outras funções de tal forma que apresenta programa de televisão da afiliada à RedeTV em Natal, a SimTV.

Postado por Marcos Dantas

Publicidade:
Senhorinha II

ALTO DO RODRIGUES: PREFEITO ABELARDO PRESTA CONTAS DE 2014 E ANUNCIA OBRAS PARA 2015

prefeito Abelardo
Alto do Rodrigues – Em sua participação no programa “Conversando com o seu prefeito” deste sábado (27), o prefeito Abelardo Rodrigues prestou contas da gestão durante 2014 e anunciou uma série de obras que serão iniciadas a partir de janeiro do ano que vem.
Dentre as principais obras, estão a pavimentação asfáltica de toda extensão da avenida Ângelo Varela e suas principais marginais, a reabertura do matadouro público municipal, a retomada das obras da creche, que segundo disse, vem se arrastando até hoje devido a diversos problemas que foi herdado da gestão passada, reforma do mercado do peixe e do mercado principal, inclusive com a readequação do projeto original, a construção de um Centro Administrativo com um anfiteatro, onde funcionará o gabinete do prefeito e todas as secretarias municipais, entre outras.
Fonte: Panorama do Alto
Postado por Aluizio Lacerda

Publicidade:

DILMA ESTÁ ENTRE OS RÉUS DA ‘LAVA JATO’, MAS NOS EUA

Ministras falam após audiência com Dilma

A ministra Miriam Belchior está entre os 12 réus, na Justiça americana (Foto: Wilson Dias/ABr)

LÁ, NÃO TEM MOLEZA: TAMBÉM SÃO RÉUS MANTEGA, GABRIELLI, MIRIAN BELCHIOR…

Ao contrário dos investigadores da Operação Lava Jato, que continuam poupando Dilma Rousseff e várias autoridades brasileiras pelo escândalo de corrupção na Petrobras, o escritório americano Labaton Sucharow, que representa Providence, capital do Estado de Rhode Island, em uma ação contra a estatal e duas de suas subsidiárias, adotou uma estratégia jurídica que incluiu na ação a presidente do Brasiulf e outras 11 autoridades públicas e empresários na condição de “pessoas de interesse da ação”.

Constam da lista o ministro da Fazenda, Guido Mantega, o empresário Jorge Gerdau, do grupo Gerdau, e o executivo Fábio Barbosa, presidente do Grupo Abril, todos ex-integrantes do conselho de administração da Petrobrás.

O processo nos EUA ajudou a derrubar em mais de 6% as ações da estatal ontem. Ele tem entre os réus a presidente da estatal Graça Foster e um ex-membro do conselho de administração, o empresário Josué Gomes da Silva, presidente da Coteminas.

O grupo de 12 pessoas está em outro situação: é citado por ter assinado prospectos que serviram de base para as emissões de títulos de dívida e ADS (American Depositary Share) que são discutidos no processo.

Os demais são: Sérgio Gabrielli, ex-presidente da Petrobrás; Luciano Coutinho, presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES); Miriam Belchior, ministra do Planejamento; Silas Rondeau e Márcio Zimmermann, ambos ex-ministros de Minas e Energia; Sérgio Quintella, ex-presidente do Tribunal de Contas da União; Marcos Antônio Menezes, do Instituto Brasileiro de Petróleo; e o general Francisco Roberto de Albuquerque. A reportagem tentou contato com todos os citados. Os que responderam até o fechamento da edição não quiseram comentar a ação.

Estratégia

Segundo advogados ouvidos pelo Estado no Brasil e no exterior, neste condição, os citados não são réus. “Mas, pela lei americana, dependendo do desenrolar da ação, do surgimento de novos fatos, das provas que forem anexados aos autos, o escritório pode pedir ao juiz que elas sejam chamadas a depor ou mesmo transformadas em réus”, explicou o advogado americano James Munisteri, sócio especializado em litígios do escritório texano Gardere.

Segundo Munisteri, em litígios do gênero “pessoas de interesse da ação” podem virar réus se ficar provado duas circunstâncias: que elas sabiam que as declarações nos prospectos eram falsas ou se agiram com grave negligência, como assinar os papéis sem ler direito.

Na sua avaliação, incluir no processos autoridades tão importantes do Brasil pode ser uma “estratégia de pressão para forçar um acordo”.

Em entrevista ao Estado, o sócio do Labaton Sucharow, Michael Stocker, responsável pelo caso, disse que “por enquanto” não há planos em transformar as “pessoas de interesse” citadas no processo em réus. Ele ainda afirmou que é “muito cedo, em nossa estratégia de litígio, dizer se essas pessoas serão chamadas a depor”. Em um ponto ele disse ter certeza: os valores mínimos das multas a serem aplicadas no caso Petrobrás ficarão na casa de “centenas de milhões de dólares”.

O valor arrecado pela Petrobrás com os certificados de dívida e as ADS que estão no processo passam de US$ 100 bilhões. Por isso, Munisteri acha que o processo pode colocar o caso entre o maiores já movidos nos EUA, gerando indenizações tão altas quanto as dos casos Enron e Worldcom.

Diário do Poder

Publicidade:

JOÃO MAIA PARTICIPARÁ DA INAUGURAÇÃO DE ESTRADA VIABILIZADA POR ELE JUNTO AO GOVERNO FEDERAL

BR-110-antes-e-depois

O deputado federal João Maia (PR) acompanhará nesta segunda-feira (29), a agenda de inaugurações que o ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, fará no Rio Grande do Norte. Pelo menos uma das obras que serão inauguradas contou com a participação decisiva de João Maia para sair do papel: a pavimentação asfáltica do trecho da BR-110, que liga Mossoró ao município de Campo Grande, um sonho de mais de 50 anos que estava travada em Brasília.

Luta essa reconhecida pela população do Oeste que se beneficia com a obra. “Muitos prometeram, mas somente João Maia teve a competência de lutar, acompanhar e conseguir a liberação dos recursos para a nossa tão sonhada BR-110”, destacou Luiz Jairo, prefeito de Upanema, cidade cortada pela nova estrada.

Outro trecho que será inaugurada pelo ministro é o da BR-226, entre Patu e Pau dos Ferros. Paulo Sérgio Passos ainda assinará em Natal, a ordem de início das obras remanescentes do lote 1 da BR-101. “Foi uma luta que valeu a pena. Hoje podemos comprovar a importância que a BR-110 vem tendo no desenvolvimento da região”, destacou João Maia.

Publicidade:
Ceramica Semar II