Resultado da Busca

MANDATO DE GEORGE MANTÉM GERAÇÃO SOARES E MONTENEGRO EM EVIDÊNCIA

mandato

A historia conta e diz que nem sempre o novo serve para legislar e governar.

A historia também conta que o hoje pode representar o ontem.

George é o presente de toda uma historia lirica do que fez o seu avô pelo estado em forma poética e responsável.

José Regis de Souza

REGIStando

MISSA ESPECIAL INICIA PROGRAMAÇÃO DO NATAL EM ASSÚ

missa1

Ensaio do Coral Fulo do Mato

missa2

missa3

missa4

Neste domingo (21) às 19H30, a Prefeitura de Assú, através da  Secretaria de Juventude, Esporte, Lazer e Turismo, e com o apoio da  Paróquia de São João Batista, inicia a programação especial do Natal e Ano Novo da cidade com missa especial no Anfiteatro Arcelino Costa Leitão.

A missa será comandada pelo pároco de Assú, padre Flávio de Melo, e deverá receber inúmeros devotos e visitantes. “A nossa primeira missa especial de fim de ano trará uma mensagem de conforto e fé para os inúmeros devotos e visitantes que se fizerem presentes. Sempre se lembrando do verdadeiro espírito natalino e da chegada do menino Jesus”, lembrou o pároco.

Logo após a missa, a programação prossegue com o show do coral Fûlo do Mato, que interpretará canções natalinas para os presentes ao Anfiteatro Arcelino Costa Leitão. A apresentação do coral começará às 20H30.

Sons do Natal

Na segunda-feira (22), a programação continua com o show Sons do Natal, apresentado na Praça São João Batista, às 20h00.

“Será uma oportunidade única para os assuenses e os visitantes assistirem a bons espetáculos, ao ar livre, e contemplando também a nossa ornamentação de Natal nas praças onde ocorrerão os shows”, destacou o secretário de Juventude, Esporte, Lazer e Turismo de Assú, Daílson Machado.

SEACOM/Assessoria de Imprensa – PMA

SENADORES CONTRA TEMER

temer-e-henrique-alves

Os caciques do PMDB do Senado querem convocar eleições para tirar o vice Michel Temer do comando.

Eles estão descontentes com a atuação de Temer na formação do Ministério da presidente Dilma. Reclamam que ele já está representado, é vice, e que não precisa de mais: Moreira Franco e Eliseu Padilha.

O primeiro na lista de sucessores é o presidente do Senado, Renan Calheiros.

Ilimar Franco/O Globo

OS NOMES DO GOVERNO ROBINSON FARIA

robinson-faria-comite-jovem

O governador Robinson Faria trabalha intensamente para fechar mais nomes para o seu secretariado.

E se o calo no sapato parecia ser a Saúde, que já estaria fechada com o médico Ricardo Lagreca, passa agora a ser do Planejamento.

Onde são muitas as palavras e muitas as informações em torno das idas e vindas da economista Virgínia Ferreira, que hoje está mantida no Planejamento da Prefeitura de Natal.ok

E mais nomes surgem no cenário estadual.

O secretário de Desenvolvimento de Mossoró, Mairton França, é o indicado do prefeito Francisco José Júnior para a Secretaria de Recursos Hídricos.

Na Segurança, que já está certo com a delegada Kalina Leite, o nome do comandante do Policiamento Metropolitano, Coronel Alarico Azevedo é cotado para a chefia de gabinete da Segurança.

E o Coronel Araújo, que já estaria fora do Governo a partir de primeiro de janeiro, deverá permanecer no Comando Geral da Polícia Militar nos primeiros meses da gestão Robinson Faria.
E como o Blog já informou, o adjunto da Segurança deverá ser um delegado da Polícia Federal.
Para o Itep, outro nome da Polícia Federal.

Braço direito de Robinson há vários anos, Magaly Cristina é o nome discutido no momento para a pasta da Administração.

Como o Blog disse desde sempre, o ex-titular da Administração, Paulo César Medeiros nunca deixou qualquer convite andar mais de meio metro, pois sua permanência como sub secretário de Planejamento do Rio de Janeiro já era certa desde que o governador Pezão foi reeleito,

A jornalista Geórgia Nery vai para a Comunicação.

Para a Educação, como o Blog publicou em primeira mão, Getúlio Marques foi o nome indicado pela senadora diplomada Fátima Bezerra para aprovação da comissão interna do PT.

Fundação José Augusto: a indicação caberá ao PT do deputado Fernando Mineiro, que, quando teve a missão de compor o mesmo cargo, indicou o mossoroense Crispiniano Neto.
Será?

Outro fiel escudeiro de Robinson, Jáder Torres, que passou pelo DER e Recursos Hídricos, é visto como dono de perfil para Infraestrutura e Obras.

Marcelo Toscano, que está deixando a Semurb, da Prefeitura, é o nome de Robinson para a Caern.

Para o Detran vai Marcos Freire – Marquinhos Beleza.

Para a Potigás vai o empresário Beto Santos.

Para o Turismo, Ruy Gaspar.

A advogada Tatiana Mendes Cunha está confirmada para a Casa Civil, que não terá a função política que sempre teve.

Passará por uma reforma seguindo moldes, por exemplo, do Ceará, onde é meramente burocrática.

O advogado-jornalista Luiz Henrique será Secretário Executivo.

José Alves, Assessor Especial.

O procurador-geral será Francisco Wilkie.

O vereador George Câmara é o nome do PCdoB para o Governo e ao partido tem sido oferecida a secretaria de Esportes.

O nome se fortalece com o Ministério de Esportes comandado pelo partido.

Julianne Faria, mulher de Robinson Faria, é o nome para a área social, estando já confirmada na Secretaria de Trabalho e Assistência Social.

Relações Institucionais: Hudson Pereira de Brito.
Para a Secretaria de Justiça e Cidadania, surgiu o nome do ex-titular da pasta, Leonardo Arruda Câmara.

Tio da mulher do ex-candidato Henrique Alves, pai da vereadora henfiquista Júlia Arruda, Leonardo votou em Robinson, seguindo a mesma linha do irmão prefeito de No a Cruz, Cid Arruda.

Leonardo tem negado a quem lhe pergunta.

Mulher de Cid, Valéria Arruda, que já foi do DER, teve nome cotado para voltar, mas Cid garantiu ao Blog que ela permanecehe ajudando em Nova Cruz.

Segundo suplente da semadora Fátima Bezerra, Theodorico Bezerra é o nome da Ceasa.

Para o Ipem, o nome da vez é ondo advogado Ney Lopes Júnior.

No Ipern, José Marlúcio deverá ser mantido.

A Emater, Reforma Agrária e Mulher serão ocupdas pelo PT.

Algumas pastas importantes ainda não tem nomes, mas por enquanto, a pergunta que não quer calar: quem vai para o Planejamento?

Postado por Thaisa Galvão

ZENAIDE MAIA RECEBE TÍTULO DE CIDADÃ SÃOGONÇALENSE

za

Na noite desta sexta-feira (19), a deputada federal diplomada Zenaide Maia, recebeu o título de cidadão Sãogonçalense em prestigiada cerimônia na Câmara Municipal  em São Gonçalo do Amarante. A honraria foi entregue pelo presidente da casa, o vereador Geraldo Veríssimo, do Partido da República.

Além da deputada, outras personalidades locais e estaduais também foram agraciadas com a mesma honraria. “Muitas vezes o mérito não é do homenageado, mas dos que nos homenageiam por verem e valorizarem virtudes no homenageado, é um sentimento muito gratificante receber dos representantes do povo esse reconhecimento público”, destacou Zenaide.

Postado por Marcos Dantas

BILIONÁRIO GEORGE SOROS INVESTE PESADO EM AÇÕES DA PETROBRAS

George-Soros-1024x682

AÇÕES DESVALORIZADAS DA PETROBRAS FORAM VISTAS COMO OPORTUNIDADE ÚNICA

Nova York – Enquanto grandes fundos dos EUA reduziram nos últimos meses as apostas em papéis da Petrobras, um grande investidor está indo na direção contrária, o bilionário George Soros. Desde o começo do ano, ele vem aumentando as compras de ações da empresa brasileira e no último trimestre dobrou a quantidade de papéis em suas carteiras.

Soros fechou o terceiro trimestre com 5,1 milhões de ações e opções de compras da Petrobras. No período anterior, ele tinha 2,4 milhões de papéis, também acima dos 2 milhões do primeiro trimestre, de acordo com dados enviados pela Soros Fund Management, que administra cerca de US$ 28 bilhões, para a Securities and Exchange Commission (SEC, que regula o mercado de capitais norte-americano).

Pelas regras dos EUA, os fundos precisam informar à SEC a cada trimestre como estão suas carteiras no fechamento do período, com a quantidade de ações e as empresas em que investem.

Já outros grandes fundos dos EUA têm vendido ações da Petrobras. A Millennium Management, que administra cerca de US$ 22 bilhões, reduziu sua exposição em 86% no terceiro trimestre comparado com o segundo período de 2014. A Discovery Capital, que faz a gestão de US$ 15 bilhões, cortou em 28%, e a D.E. Shaw, com recursos de US$ 34 bilhões, em 9%.

Outros fundos foram ainda mais radicais. A AlphaBet Management, que agora se chama Saiers Capital e administra US$ 2 bilhões, zerou a posição. A Arrowstreet Capital, que faz a gestão de US$ 25 bilhões, também se desfez dos 1,1 milhões papéis da petroleira, segundo os dados da SEC compilados pelo site especializado em fundos de hedge InsiderMonkey.

Os American Depositary Receipts (ADRs), recibos que representam ações da Petrobras e são negociados na Bolsa de Valores de Nova York (Nyse, na sigla em inglês), acumulam queda de 50% este ano. Uma série de notícias negativas nos últimos meses tem ajudado a provocar estas perdas. Entre elas, as denúncias de corrupção na empresa, prisão de executivos da companhia e de prestadoras de serviços, falta de divulgação do balanço do terceiro trimestre, alto endividamento e a queda do preço internacional do petróleo.

Na avaliação dos analistas de petróleo do Credit Suisse, Andre Sobreira e Vinicius Canheu, a Petrobras já quebrou uma série de promessas feitas aos investidores e é crucial, para restaurar a confiança, que a empresa apresente números e metas confiáveis.

(Altamiro Silva Junior/AE)

IVAN PINHEIRO E LÚCIO FLÁVIO COMENTAM A HISTÓRIA DE VIDA DE EDGARD MONTENEGRO NO REGISTRANDO

PROGRAMA REGISTRANDO DO DIA 20/12/2014 

20141220_121215

20141220_121150

José Regis de Souza

REGIStrando

GEORGE SOARES: DIPLOMAÇÃO PARA O SEGUNDO MANDATO OCORRERÁ DEPOIS DO PERÍODO DE LUTO

MOR

Além do deputado reeleito George Soares (PR), outro parlamentar estadual não pôde estar presente na tarde/noite desta quinta-feira (18) ao Centro de Convenções, na capital potiguar, para a solenidade oficial de diplomação dos eleitos em outubro, organizada pelo Tribunal Regional Eleitoral do RN.

George Soares faltou à cerimônia em razão do luto pelo falecimento de seu avô, ex-deputado, ex-prefeito de Assú e ex-vice-prefeito de Ipanguaçu, Edgard Montenegro, que foi sepultado justamente no começo da noite da quinta-feira, em Assú.

O outro ausente ao acontecimento da Justiça Eleitoral foi o deputado reeleito Agnelo Alves (PDT).

No caso de George Soares, que receberá o diploma correspondente ao seu segundo mandato na Assembleia Legislativa, por telefone ele antecipou que procurará manter diálogo com a direção do TRE/RN, a fim de que uma nova data para o ato formal aconteça, provavelmente durante a primeira quinzena do mês de janeiro de 2015.

Postado por Lúcio Flávio

HENRIQUE REPUDIA ACUSAÇÕES DE EX-DIRETOR DA PETROBRAS

44_80

Citado pelo ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa na delação premiada relacionada a Operação Lava Jato, o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, divulgou nota em que “repudia qualquer insinuação” envolvendo-o no esquema de fraudes na Petrobras. Desde o início as investigações, quando Paulo Roberto foi preso pela Polícia Federal e aceitou colaborar com as investigações, o presidente da Câmara dos Deputados vem alertando para o risco e as tentativas de se envolver outras pessoas no escândalo, com base apenas em ilações e denuncias sem provas dos réus.

“A delação premiada é um instrumento que beneficia o réu e não deve ser tomada como prova de verdade”, ressalta o deputado na nota distribuída.

“É com extrema indignação que vejo meu nome citado em reportagem publicada hoje pelo jornal O Estado de São Paulo. Não há qualquer hipótese de verdade no meu envolvimento com as irregularidades cometidas na Petrobras. Repilo qualquer insinuação nesse sentido. Tenho a consciência absolutamente tranquila. Reitero que a delação premiada é um instrumento que beneficia o réu e não deve ser tomada como prova de verdade. Para isso, há a investigação séria dos órgãos competentes”
, disse o deputado Henrique Eduardo Alves, presidente da Câmara dos Deputados.

Fonte: TN

DILMA VAI REAVALIAR MINISTÉRIO APÓS LISTÃO DO PETROLÃO

Fabio-Rodrigues-Pozzebom-ABr-Henrique-Eduardo-Alves-1024x570

Sem mandato para os próximos quatro anos, Henrique Alves é um dos que pode ficar com as mãos abanando.

NOMES CERTOS PARA COMPOR O DILMA II APARECERAM NO LISTÃO VAZADO ONTEM

Brasília – A presidente Dilma Rousseff decidiu reavaliar os nomes que irão compor o ministério do segundo mandato, após tomar conhecimento da lista de 28 políticos citados pelo ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa como beneficiários do esquema de corrupção na estatal, conforme revelou o jornal O Estado de S. Paulo. Antes cotado para o primeiro escalão do governo, o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), deve ser a primeira vítima da “lupa” de Dilma.

Embora o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, só vá pedir a abertura de inquérito e oferecer denúncia contra políticos envolvidos na Operação Lava Jato em fevereiro de 2015, a presidente não quer chamar para a equipe nomes sob suspeita. Alves perdeu a eleição para o governo do Rio Grande do Norte e, até agora, tinha cadeira garantida no Ministério do Turismo ou na Secretaria dos Portos, a partir de 2015.

Na avaliação de Dilma, ignorar os depoimentos das delações premiadas à Polícia Federal seria o mesmo que arrastar o escândalo da Petrobras para dentro do Palácio do Planalto. Em público, a presidente tem dito que é preciso aguardar as provas, mas, na prática, avisou que não vai correr os mesmos riscos de seu primeiro ano de governo, em 2011, quando sete ministros foram abatidos na “faxina” ética, seis deles no rasto das denúncias de corrupção.

Na lista dos políticos acusados por Costa de receberem repasses do esquema na Petrobras, 8 são do PT, 8 do PMDB, 10 do PP, 1 do PSB e 1 do PSDB. O Planalto tem certeza de que os nomes divulgados pelo Estado compõem mesmo a lista sob análise de Janot, a ser reforçada com outras delações, como a do doleiro Alberto Youssef.

O ex-ministro da Casa Civil Antonio Palocci (PT), coordenador da campanha de Dilma na eleição de 2010, e o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), também foram mencionados no depoimento de Costa e negaram “com veemência” a denúncia. Renan tem apadrinhados no governo, como o atual ministro do Turismo, Vinícius Lages. De acordo com auxiliares de Dilma, porém, a inclusão do aliado na lista de Costa não afetará a escalação do ministério. Mesmo assim, há preocupação no Planalto com o impacto das delações na campanha de Renan para se reeleger presidente do Senado, em fevereiro de 2015.

O governo vive tempos difíceis no relacionamento com a base aliada no Congresso e, para piorar o quadro, o líder do PMDB na Câmara, Eduardo Cunha (RJ), é favorito para comandar a Casa. Desafeto de Dilma, Cunha disputará a sucessão de Henrique Eduardo Alves à presidência da Câmara contra os deputados Arlindo Chinaglia (PT-SP) e Júlio Delgado (PSB-MG).

A expectativa dos adversários de Dilma é a de que a Operação Lava Jato alveje muitos aliados até fevereiro. Na quarta-feira, a presidente não escondeu os problemas para montar a equipe ao ser questionada pela colega da Argentina, Cristina Kirchner, se anunciaria logo os novos ministros. “Você não sabe como é difícil no Brasil”, desabafou ela.

O vice-presidente Michel Temer, que comanda o PMDB, deve conversar com Dilma na segunda-feira sobre a composição do Ministério e já marcou uma reunião, no mesmo dia, com a bancada da Câmara. O PMDB quer ampliar o espaço no primeiro escalão, de cinco para seis cadeiras. Atualmente, o partido controla Minas e Energia, Previdência Social, Agricultura, Turismo e Aviação Civil, mas está de olho no Ministério da Integração Nacional, também cobiçado pelo Pros – que já dirige a pasta – e pelo PP.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo. (Vera Rosa/AE)