Resultado da Busca

ALTO DO RODRIGUES: XIII SEMANA DA CULTURA É ENCERRADA COM O SHOW DE ERY SOARES

s1
s2
s3

Encerramento da XIII Semana de Cultura, promovida pela Prefeitura de Alto do Rodrigues, aconteceu na noite ontem (22) com show com do cearense, Ery Soares que desponta como um dos melhores humoristas da nova safra.

Atualmente Ery Soares tem participação diária no programa “Nas Garras da Patrulha” na TV Diário.

Ery Soares traz um humor atual com situações do dia-a-dia, temperado com uma malícia moderada, piadas de vários temas, quase sempre usando o recurso de variação de vozes. Entre as imitações estão: Bel Marques (chiclete com banana), Luiz Gonzaga e Sílvio Santos.

Postado por Cizinho – Do blog de Aluizio Lacerda

CAMPANHA DESENVOLVIDA POR ASSUENSE EM PROL DO HOSPITAL DA MULHER JÁ ARRECADOU MAIS DE 300 PACOTES DE FRALDAS

ANDREZZA1

Fraldas-400x300

A primeira remessa de fraldas arrecada por ocasião da campanha idealizada pela estudante assuense Andrezza Lira deverá ser entregue no decorrer desta semana ao Hospital da Mulher em Mossoró beneficiário da iniciativa. Desde o dia 03 de novembro quando se deu o passo inicial da campanha até este último final de semana já foram arrecadados mais de trezentos pacotes de fraldas segundo informou a própria Andrezza que tem como meta arrecadar o total de mil.

Ela agradece a todos que contribuíram até o momento para o bom andamento do projeto e ressalta que continua recebendo as doações que podem ser entregues em sua residência na rua João Batista de Oliveira, 258 no bairro São João, em Assu. Os doadores também podem entrar em contato com a estudante através do telefone (84) 9674-1554, que ela irá pegar a doação no local indicado. Outro ponto de arrecadação é a Ótica Visual na avenida Senador João Câmara ao lado da Escola Estadual Juscelino Kubitschek, com Lúcia Silva.

Fotos cedidas/ Andrezza Lira.

Portal Fique Sabendo Assu

MANDATO PARTICIPATIVO: DEPUTADO GEORGE SOARES PAUTA ANO DE 2015 COM SUGESTÕES DE SUAS LIDERANÇAS

reunião

Neste sábado, 22, o deputado estadual George Soares (PR) participou de reunião em Assú, articulada pelas lideranças que o apoiaram na cidade. O parlamentar ouviu as demandas, sugestões e principais ações que deve fazer no novo mandato que se iniciará ano que vem e as indicações de emendas no orçamento de 2015, para Assú.

“Nosso mandato tem sido participativo na distribuição das emendas parlamentares, ouvindo e recebendo as demandas e principais necessidades das lideranças e do povo”. Disse o jovem deputado na reunião onde ficou acordada uma pauta de indicações.”Vamos ouvir também outras lideranças de outras cidades onde tivemos uma boa participação da política local para apoiar os bons projetos.” Afirmou.

O deputado George vem fazendo uma boa distribuição de suas emendas desde o início do mandato e revelou que esse ano ficou mais difícil atuar de forma estadualizada, por conta da redução de 40% do valor do ano passado. Totalizando 1,8 milhões para fazer de emendas.

” O valor geral foi reduzido e isso de certa forma prejudica os projetos mais volumosos, mas vamos tentar fazer o máximo para dinamizar.” Concluiu o deputado George Soares.

 Assessoria de Imprensa do Deputado Estadual George Soares

POLÍTICA: ROMILDO QUEIROZ EXIBE CERTEZA DE QUE OPOSIÇÃO TERÁ NOME PARA 2016 EM ASSÚ

ROMILDO-QUEIROZ-19-10-2013-004

Entrevistado neste sábado (22) no programa Registrando, na Rádio Princesa do Vale, o empresário Romildo Queiroz expôs sua convicção de que a oposição em Assú, liderada pelo deputado estadual George Soares (PR), disporá de opção para a eleição municipal de 2016.

Frisou que o grupo oposicionista reúne bons quadros com qualificação para colocar-se como postulantes à disputa da chefia do Executivo municipal e que o processo de definição desta alternativa se dará sem açodamento e no instante oportuno.

Indagado se aceitaria abraçar tal missão, Romildo Queiroz frisou que seu candidato será aquele que surgir da convergência e fruto da coesão dentro da composição oposicionista.

Ainda dentro de sua participação, Romildo Queiroz salientou que o resultado da recente sucessão estadual deixou claro que o eleitor que os segmentos de situação e oposição devidamente identificados.

Postado por Lúcio Flávio

LAVA JATO: MAIS DE 250 PARLAMENTARES SÃO CITADOS

lava

247 – Além de funcionários da Petrobras e grandes empreiteiros, 250 parlamentares teriam sido citados pelos delatores da Operação Lava Jato, da Polícia Federal. O número foi divulgado pelo colunista Felipe Patury. Com o avanço das investigações e a divulgação de trechos dos depoimentos de Paulo Roberto Costa e Alberto Youssef, a expectativa é que a lista vá se tornando conhecida.

Ontem, reportagem do jornal O Estado de S. Paulo apontou o líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), como receptor de R$ 1 milhão do esquema. O senador rebate a acusação: “totalmente fantasiosa”. Ao comentarem a Lava Jato, cientistas políticos avaliam que o Congresso viverá uma fase de grande fragilidade e terá sua credibilidade abalada, segundo o colunista Ilimar Franco.

O juiz Sérgio Moro, responsável pelas investigações, ressaltou na sexta-feira 21, em despacho que determinou a prisão preventiva do lobista Fernando Baiano, que não é possível partidarizar os envolvidos na Lava Jato, pois ainda não são conhecidos o alcance a duração do esquema. “Aqui não se faz crítica partidária, pois se desconhece ainda o alcance e a duração da prática criminosa”, disse ele.

A tese da oposição de vincular o escândalo ao PT já não tem eficácia. Dois depoentes – o ex-gerente da Petrobras Pedro Barusco e Fernando Baiano – de admitiram que suas práticas criminosas vinham desde a era FHC. Barusco explicou aos investigadores por que conseguiu acumular uma fortuna tão expressiva – ele prometeu devolver US$ 100 milhões aos cofres públicos: desviava dinheiro da estatal desde 1996, segundo ano do primeiro mandato do ex-presidente tucano.

TCU DETERMINA REDUÇÃO DE R$ 15 MILHÕES EM CONTRATO PARA CONSTRUÇÃO DA OITICICA

BARRAGEM-OITICICA-1024x682

Tribunal de Contas dá 15 dias para Governo repactuar contrato com Consórcio responsável pela obra

Considerada a mais importante obra, atualmente, de combate a seca no Rio Grande do Norte, a barragem de Oiticica está, mais uma vez, envolta em superfaturamento. O Tribunal de Contas da União (TCU), por meio de seu corpo técnico, constatou um sobrepreço de R$ 15 milhões na obra (que custa R$ 310 milhões aos cofres públicos) e determinou a repactuação do contrato firmado pela Secretaria de Recursos Hídricos (Semarh) e o Consórcio EIT/Encalso, cortando os valores superfaturados.

Na decisão da Corte de Contas, divulgada nesta semana após publicação do acórdão assinado pelo ministro relator Aroldo Cedraz, não há responsabilização qualquer ordenador de despesa pelo sobrepreço constatado. Nem por parte do Governo do Estado, responsável pela obra, nem por parte do consórcio contratado. A Semarh, no entanto, tem 15 dias para repactuar o contrato sem que haja prejuízos a continuidade da obra.

Esta, vale lembrar, não é a primeira vez que o TCU encontra superfaturamento no contrato para a barragem de Oiticica. Em 2011, uma fiscalização realizada pelo corpo técnico do Tribunal encontrou um “sobrepreço global de R$ 39,5 milhões, ou 16,3% do total do Contrato 39/2010, haja vista os preços excessivos frente ao mercado”.

Além disso, foram encontrados também “restrição à competitividade” na concorrência para contratação da empresa responsável pela obra; “inexistência de composições de todos os custos unitários dos serviços do orçamento”; “utilização de critério de reajuste inadequado no contrato”; e “insuficiência de recursos orçamentários para a execução da obra no ano”.

Assim, à época, “por estarem presentes a fumaça do bom direito e o perigo da demora”, o ministro-relator determinou a adoção de medida cautelar com o objetivo de suspender quaisquer pagamentos com recursos federais para a obra, o que fez a construção da barragem de Oiticica ficar suspensa por alguns anos.

Após ouvir os gestores e realizar visita in loco, no entanto, o TCU conferiu os serviços realizados e os confrontou com as planilhas de preços de insumos utilizados. Um dos itens, identificado como “concreto usinado, com consumo de 80kg de cimento por m³, para CCR”, por exemplo, chegaria a provocar um superfaturamento de R$ 12 milhões na obra. Isso porque seu preço unitário no contrato era de R$ 159,88, mas o preço de referência do TCU foi de R$ 128,82 – e seriam necessários 386,6 mil unidades deste item.

Mesmo assim, diante de algumas explicações dadas pela Semarh e pelo consórcio responsável pela obra, foram feitos ajustes no relatório dos técnicos do TCU e o parecer final acabou prevendo um superfaturamento menor que o inicialmente apontado: “apenas” R$ 15 milhões, conforme apontou o ministro relator, Aroldo Cedraz, apontou em seu voto na Corte de Contas.

O relatório de Cedraz foi aprovado pelos demais ministros do TCU, determinando, assim, que “a Semarh que, no prazo de 15 dias, promova medidas junto ao Consórcio EIT/Encalso para repactuar o Contrato 39/2010 de forma a elidir o sobrepreço global de R$ 15.176.659,17″. Além disso, o Tribunal também elaborou planilha com preços máximos de alguns serviços e materiais, como concreto e transporte, que deverão ser adotados como limites caso haja celebração de termos aditivos ao contrato.

BARRAGEM DE OITICICA

A barragem de Oiticica é uma das obras mais festejadas no meio político potiguar. O empreendimento faz parte do projeto Eixo de Integração do Seridó e tem como objetivo a contenção de cheias, com a consequente redução de riscos de inundações no Vale do Açu, e a diminuição do déficit hídrico da sub-bacia do rio Seridó, a qual responde por 90% do déficit hídrico da bacia do rio Piranhas/Açu.

A obra é de responsabilidade da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos do Estado do Rio Grande do Norte (Semarh/RN) e era financiada com recursos federais por meio do Convênio Siafi 570441 (Programa de Trabalho 18.544.2051.10DC.0024), cujo objeto se referia à construção da primeira etapa da Barragem Oiticica.

Atualmente, as obras da Barragem Oiticica estão sendo custeadas pelo Termo de Compromisso 001/2013 (Siafi 674878), pactuado entre o Governo do Estado do Rio Grande do Norte e o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs). O valor original do termo de compromisso é de R$ 292.000.000,00 e a contrapartida do estado é de R$ 19.000.000,00.

Vale lembrar que a obra da barragem de Oiticica foi bastante utilizada pelo presidente da Câmara Federal, Henrique Eduardo Alves, do PMDB, quando ele disputou o Governo do RN. Em vários trechos da propaganda eleitoral, Henrique apareceu visitando a obra e ressaltando o trabalho dele para conseguir “destravar”, junto ao Governo Federal, a questão burocrática que havia impedido que a obra saísse do papel.

PAGAMENTO

Dos mais de R$ 300 milhões que custarão a obra, o Governo Federal liberou, até o momento, apenas R$ 55,4 milhões. A expectativa é que mais R$ 10 milhões sejam repassados até o início de dezembro. Outros R$ 22 milhões ficarão empenhados para serem pagos até fevereiro de 2015.

Ciro Marques – Jornal de Hoje

FORAGIDO, IRMÃO DE MINISTRO DIZ NÃO SUPORTAR PRISÃO

Adarico-Negromonte

NEGROMONTE É O ÚNICO DOS INVESTIGADOS QUE AS AUTORIDADES CONSIDERAM FORAGIDO

Adarico Negromonte, irmão do ex-ministro das Cidades e deputado federal Mário Negromonte (PP-BA), afirma “não suportar mais as mazelas” decorrentes do pedido de prisão que a Justiça Federal expediu contra ele. Negromonte é o único dos investigados pela sétima fase da Operação Lava Jato que as autoridades consideram foragido.

A reclamação de Negromonte está em um pedido de revogação da prisão temporária que seus advogados apresentaram ontem. Os defensores dizem que seu cliente se apresentará na segunda-feira, mas querem garantir que ele não será preso. Negromonte é suspeito de ter transportado malas de dinheiro para o doleiro Alberto Youssef.

Diário do Poder

OBRAS DE ARENAS DA COPA RENDERAM R$ 5 BILHÕES A EMPREITEIRAS CITADAS NA LAVA JATO

Manifestantes protestam na inauguração da Arena das Dunas

Das nove empreiteiras que são alvo da Operação Lava Jato, quatro delas obtiveram contratos para construir ou reformar estádios para a Copa do Mundo. Odebrecht, OAS, Galvão Engenharia e Mendes Junior foram responsáveis pelas obras de sete arenas do Mundial-2014: São Paulo, Rio, Salvador, Recife, Fortaleza, Natal e Cuiabá. As construções dos estádios renderam a essas empreiteiras R$ 5 bilhões em contratos.

Tijolo… A Odebrecht foi a empreiteira que mais estádios fez –quatro–, em São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador e Recife. A OAS também participou, por meio de consórcio, das obras do Maracanã e da Fonte Nova, em Salvador. E construiu sozinha a Arena das Dunas, em Natal.

…por tijolo. A Galvão Engenharia integrou o consórcio que reformou o Castelão, em Fortaleza. E a Mendes Junior construiu a Arena Pantanal, considerada um dos elefantes brancos, pelo preço de R$ 570 milhões.

POR BERNARDO ITRI

ALTO DO RODRIGUES: ÚLTIMA NOITE DE APRESENTAÇÕES CULTURAIS HOMENAGEIAM QUATRO ESTADOS DO NORDESTE

al1

Dando continuidade às homenagens aos estados do nordeste brasileiro, mais quatro Escolas fazem bonito no palco e mostram o que há de melhor na cultura desses lugares. Mais uma noite com a presença de um grande público e a presença das autoridades do município, prestigiando o evento. O prefeito Abelardo Rodrigues, a vice-prefeita Emilia Patrícia, os vereadores Pedro Eugênio, Zé Pedro e Zé de Zeca, além de secretários de governo, entre outras.

Os alunos da Escola Walfredo Gurgel foi a primeira a no palco e encenou a peça teatral “o rico avarento”, que foi destaque no FESTUERN 2014.

Em seguida, foi a vez dos alunos da Escola Maria Correia de Oliveira, do distrito de Tabuleiro Alto, onde a cultura do estado de Alagoas foi destaque com a dança Bumba-meu-boi. Na sequencia, foi a vez dos alunos da Escola Chapeuzinho Vermelho (de Estreito) homenagear o estado de Sergipe com a Dança do Coco. A cultura da música baiana foi representada pelos alunos da Escola Maria Rodrigues Gonçalves. Encerrando à noite com apresentações culturais, alunos da Escola Municipal Luiz Moreira da Silva fecharam com chave de ouro com a apresentação da cultura piauiense na dança marujada.

Postado por Altonoticias

OS POLÍTICOS NA PROCISSÃO DA PADROEIRA DE NATAL

procisao-Natal-2014

Com atraso de meia hora, a procissão de encerramento dos 261 anos da festa de Nossa Senhora da Apresentação, padroeira de Natal, arrastou cerca de 30 mil fieis pelo centro de Natal.

De políticos prestigiando o encerramento da festa, a governadora Rosalba Ciarlini participou da missa solene. Já o governador eleito Robinson Faria, a senadora eleita Fátima Bezerra, o prefeito de Natal, Carlos Eduardo e o senador José Agripino Maia preferiram ir à procissão. Os deputados Felipe Maia, José Dias e Hermano Morais também estavam.

Fotos: Márlio Forte – postado por Marcos Dantas