Loading Player...


Você está ouvindo uma transmissão ao vivo ...
OUÇA EM OUTROS DISPOSITIVOS:
OR Choose your mobile to Tune-In
Arquivo de março de 2015

MANDATO DE FÁTIMA PARTICIPA DE REUNIÃO SOBRE EXPANSÃO DO VLT ATÉ O AEROPORTO INTERNACIONAL

Postado por Jose Regis em 31/mar/2015 - Sem Comentários

Adriano - CBTU

O mandato da senadora Fátima Bezerra (PT/RN), através do chefe de gabinete Adriano Gadelha, esteve presente na reunião em que foi retomada a discussão sobre a ampliação do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) até o Aeroporto Internacional, em São Gonçalo do Amarante. Audiência foi iniciativa do mandato do deputado estadual Fernando Mineiro (PT/RN).

Na ocasião, foi exibido o vídeo elaborado pelos técnicos da CBTU/Natal de apresentação do anteprojeto da expansão do sistema de trens urbanos na Região Metropolitana de Natal. A equipe da CBTU/Natal também detalhou o pré-estudo da Linha Roxa, com destino ao Aeroporto de São Gonçalo do Amarante, formando um anel ferroviário metropolitano que ligará os municípios de Natal, Parnamirim, Macaíba e São Gonçalo do Amarante.

Adriano Gadelha avaliou como ‘muito positiva’ a reunião tendo em vista a retomada da pauta de ampliação da cobertura do VLT na Região Metropolitana. “Natal e Região Metropolitana possuem uma alta densidade populacional e uma malha viária saturada. A expansão do VLT é uma pauta urgente, é o caminho para solucionar o problema de trânsito da cidade e da região. Sobre a reunião, considero que foi bastante produtiva. Será criada, por exemplo, uma comissão formada por técnicos de cada órgão, para o aprofundamento do tema”, explicou Adriano que sugeriu a criação de um cronograma entre as instituições para tratar do tema.

A implantação do sistema de Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) para Natal e Região Metropolitana foi uma das lutas de Fátima Bezerra desde o início do seu primeiro mandato na Câmara dos Deputados. Foi através de uma emenda da deputada ao PPA 2004/2007, que destacou recursos da União para que a CBTU Natal pudesse dar os primeiros passos no sentido do projeto de implantação do VLT. Dando sequência, a deputada reapresentou a emenda ao PPA 2008/2011 e 2012/2015.

“O primeiro passo foi dado com a implantação VLT e os recursos para modernização do sistema. Agora, a luta é para ampliar a presença desta importantíssima conquista que muito tem a contribuir com a melhoria da mobilidade urbana da região. O nosso mandato reafirma seu compromisso de fazer a ponte junto ao Governo Federal para que essas demandas sejam incluídas no PAC 3”, afirmou Fátima Bezerra, que cumpre agenda em São Paulo.

Presentes na reunião o Superintendente de Trens Urbanos de Natal, João Maria Cavalcanti; o deputado estadual Fernando Mineiro; o prefeito de São Gonçalo do Amarante, Jaime Calado; os secretários de Infraestrutura e Turismo do estado, Jader Torres e Ruy Gaspar; o superintendente do DNIT, Walter Fernandes; o superintendente da Inframérica, Ibenor Gomes; e Enilson Medeiros pela UFRN.

A MAIORIA DOS PREFEITOS DO ASSÚ TIVERAM SEUS NOMES ASSOCIADOS A ANIMAIS

Postado por Jose Regis em 30/mar/2015 - Sem Comentários

Raposa-Capa

Maroquinha prefeita (ONÇA), Walter de Sá leitão (GOLINHA), Lourinaldo (LOURO), José Maria (ZEBRA), Ronaldo Soares (JACARÉ), e Ivan?

Sugiro Raposa que é um animal mamífero, carnívoro da família dos Canídeos, com 4 gêneros e muitas espécies.

São animais oportunistas e se alimentam principalmente de aves, roedores, peixes, insetos, ovos, etc. Sua caça era um esporte tradicional na Inglaterra, tendo sido proibida em 2005.

Em sendo um animal perverso e cruel com os próprios amigos vejo como uma boa identificação para compor o zoológico dos gestores da terrinha.

José Regis de Souza

REGIStrando

MPF/RN: JUSTIÇA SUSPENDE DIREITOS POLÍTICOS DE VEREADOR EM AÇÃO DA SANGUESSUGA

Postado por Jose Regis em 30/mar/2015 - Sem Comentários

Alex-Moacir-O-Câmera

Alex Moacir foi condenado por envolvimento no desvio de recursos destinados pela União à Fundação Vingt Rosado

O Ministério Público Federal (MPF) em Mossoró obteve, através de embargos de declaração, a reforma da sentença que condenou sete envolvidos na chamada “Máfia dos Sanguessugas”, por desvio de mais de R$ 700 mil destinados à Fundação Vingt Rosado. A decisão judicial confirmou as sanções aplicadas aos condenados anteriormente e ainda acrescentou a de suspensão dos direitos políticos para o vereador de Mossoró Alex Moacir de Souza Pinheiro.

A decisão, da qual cabem recursos, foi tomada ainda em 2014, porém teve de ser corrigida para inclusão da sanção aplicada a uma condenada, que havia sido omitida na sentença integrativa. Além do vereador, foram condenados Francisco de Andrade Silva Filho, Valney Moreira da Costa, Gilmar Lopes Bezerra, Vânia Maria de Azevedo Moreira, Vera Lúcia Nogueira Almeida e Joacílio Ribeiro Marques, todos por atos de improbidade.

O MPF ingressou com os embargos de declaração tendo em vista que a suspensão dos direitos políticos já havia sido aplicada a outros réus – Gilmar Lopes, Vânia Maria e Vera Lúcia – cujas condutas foram consideradas pela própria Justiça como menos graves que as de Alex Moacir. O juiz federal André Dias Fernandes acolheu o entendimento do Ministério Público Federal e estendeu a sanção ao vereador.

Desvios – A Justiça considerou que os sete condenados contribuíram para o desvio de recursos da União, que celebrou com a Fundação Vingt Rosado três convênios, entre 1999 e 2001, prevendo R$ 880 mil em repasses para o “desenvolvimento técnico-operacional” do Sistema Único de Saúde (SUS), através de ações como a compra de medicamentos a serem distribuídos.

A maior parte dos remédios não chegou aos supostos beneficiados e foram detectadas, ainda, diversas outras irregularidades. O relatório do Departamento Nacional de Auditoria do SUS (Denasus) apontou falsificação de notas fiscais, emissão de cheque em nome de terceiros e montagem de licitações. Segundo a Justiça, as provas demonstraram “a montagem dos certames licitatórios, bem como o enriquecimento ilícito e o prejuízo ao erário (…)”.

Francisco de Andrade Filho e Joacílio Ribeiro Marques embolsaram parte dos recursos desviados. Valney Moreira era tesoureiro da fundação e emitiu os cheques, junto com Francisco de Andrade Filho. Vera Lúcia, por sua vez, atestou as notas fiscais como se a fundação tivesse, de fato, recebido os medicamentos adquiridos nas supostas licitações, o que não ocorreu.

Alex Moacir, Gilmar Lopes e Vânia Maria contribuíram com o esquema assinando os documentos que serviram para forjar as licitações, encobrindo o desvio dos recursos do Ministério da Saúde. O vereador recebeu ainda um cheque de R$ 202 e atestou o recebimento de medicamentos e alimentos para a Fundação Vingt Rosado que, em grande parte, não foram entregues.

O processo foi extinto com relação a um dos réus, o então deputado federal Laíre Rosado Filho, devido à prescrição. O ressarcimento de R$ 734.625,60 dos recursos desviados ocorrerá solidariamente entre Francisco de Andrade Filho e Valney Moreira, que emitiram os cheques utilizados no esquema ilícito. O primeiro ainda terá de devolver R$ 50.499,83, enquanto Joacílio Ribeiro vai ter de devolver R$ 208.680.

Os demais envolvidos foram condenados a sanções como a suspensão do direito político, devolução de valores acrescidos ilicitamente, pagamento de multas e à proibição de contratar com o poder público. Alex Moacir recebeu uma suspensão de oito anos de seus direitos políticos, além de ter de ressarcir os R$ 202 recebidos ilegalmente e ficar cinco anos sem poder contratar com o poder público. A ação tramita na Justiça Federal sob o nº 2008.84.01.000944-0.

Ambulância – Em outro processo envolvendo as irregularidades cometidas pelos “sanguessugas” no Rio Grande do Norte (0013545-06.2008.4.05.8400), foram condenados oito réus: o ex-deputado federal Lavoisier Maia Sobrinho, Ana Cristina de Faria Maia (filha de Lavoisier); os ex-integrantes da Comissão Permanente de Licitação da Fundação Dinarte Mariz, Aguinaldo Chagas Cavalcanti, José Reinaldo da Silva Filho e Terezinha Gomes Pereira; além de José Darci Vedoin, Luiz Antônio Trevisan Vedoin e Aristóteles Gomes Leal Neto, que comandavam o esquema e eram responsáveis por empresas que participavam da simulação das licitações.

O esquema de desvio de recursos através da compra irregular de ambulâncias, desarticulado pela Polícia Federal em 2006, possuía ramificações em território potiguar. O ex-deputado destinou em 2001 uma emenda para a compra de um desses veículos à Fundação Dinarte Mariz, que ele mesmo presidia. O convênio foi assinado com o Ministério da Saúde em dezembro daquele ano, quando Ana Cristina de Faria Maia já presidia a fundação. Os condenados já recorreram da sentença.

Sanguessugas – A operação de combate ao que ficou conhecido como “Máfia dos Sanguessugas” desarticulou um esquema criminoso montado para desvio de recursos públicos, que atuava por meio da negociação de emendas individuais ao Orçamento Geral da União, fraudes em licitações e superfaturamento na compra de ambulâncias, medicamentos e materiais médico-hospitalares.

A coordenação cabia aos irmãos Darci José Vedoin e Luiz Antônio Trevisan Vedoin. Eles negociavam a aprovação das emendas com os parlamentares envolvidos, fixando o valor da “comissão” que seria destinada aos congressistas. A “máfia” operou na execução do convênio entre o Ministério da Saúde e a Fundação Dinarte Mariz, para o qual foram destinados R$ 24 mil.

Assessoria de Comunicação
Procuradoria da República no RN

A OPERADORA TIM NÃO PERMITE ACESSO A NADA EM ASSÚ

Postado por Jose Regis em 30/mar/2015 - Sem Comentários

images

O direito ao consumidor que paga caro ao sistema de telefonia em Assú a empresa TIM estar sendo roubado por não ter o seu acesso à ligações.

Providências hão de ser tomadas para que os usuários não paguem o preço dessa falta constante de serviço a sua clientela.

Cobrar do poder público não resolve, o que fazer?

José Regis de Souza

REGIStrando

SOBE PARA SEIS, A QUANTIDADE DE ATLETAS DE ASSÚ NA SELEÇÃO BRASILEIRA DE TAEKWONDO

Postado por Jose Regis em 30/mar/2015 - Sem Comentários

Parte da equipe

A Cidade de Assú aumentou de quatro para seis, o número de atletas na Seleção Brasileira de Taekwondo. Deste total, dois estão na equipe principal, Paulo Ricardo de Souza Melo na Categoria masculina e Clécia Albano na feminina. O feito foi alcançado neste último final de semana quando foi disputado em Betim – Minas Gerais o Grand Slam de Taekwondo objetivando formar a Seleção Brasileira para as próximas competições. Segundo informação contida no site da Confederação Brasileira de Taekwondo (CBTKD), estas novas equipes representarão o Brasil ao longo do ano de 2015 que, além de ser um ano decisivo por preceder aos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, terá competições internacionais de grande destaque como Campeonato Mundial Adulto, Jogos Pan-americanos, Campeonato Pan-americano Juvenil e Cadete, entre outras que contabilizam pontos nos Rankings Mundial e Olímpico.

Atletas assuenses na Seleção Brasileira por categorias

. Categoria Cadete Feminino até 51 quilos: Bruna Silva (titular)

. Categoria Juvenil Feminino até 49 quilos: Nívia Barros (titular)

. Categoria Juvenil Feminino até 63 quilos: Eduarda Alencar (titular)

. Categoria Juvenil Masculino: Peterson Endres (reserva)

. Categoria Adulto Feminino: Clécia  Albano

. Categoria Adulto Masculino: Paulo Ricardo.

“Obrigado por mais uma conquista só tenho agradecer a todo que me apoiaram. Hoje foi um dia produtivo com atletas na Seleção Brasileira de Taekwondo. Agradecer pela equipe que tenho TeamTKDescola ‪#‎Deus, obrigada Senhor. A meu professor e técnico Fabio Lourenço,  a minha família e aos patrocinadores”, escreveu Clécia Albano em seu perfil no Facebook.

Queria agradecer a todos que sempre acreditaram na nossa capacidade, e a todos quanto nos apoiaram possibilitando a participação na seletiva nacional. Foi um ano muito complicado para a nossa equipe. Fizemos esforços, superamos obstáculos e conseguimos oito atletas e foi uma vitória muito gratificante. O número de atletas subiu de quatro para seis e um fato inédito aconteceu que foi a entrada de dois atletas de Assú na Seleção [Brasileira] principal, Paulo Ricardo e Clécia Albano. Também conseguimos renovar a vaga de Nívia Barros na categoria Juvenil, e Bruna Silva subindo da Cadete para a Juvenil. Tivemos ainda a entrada de Maria Eduarda Alencar na Categoria Juvenil até 63 quilos feminino enquanto Peterson Endres ficou na reserva da mesma categoria até 63 masculino. A participação foi positiva”, avaliou Fábio Lourenço, técnico dos taekwondistas assuenses. A equipe assuense chegará nesta terça- feira, a cidade. Além de Assú o Rio Grande do Norte também representantes de outras cidades. Arthur Fernandes de Macau, Richard Nascimento, Laura Paiva, Raynara Silva, Lucas Oliveira, Guilherme Santos e Alisson Sousa todos de Natal fecham a lista da representação potiguar no time nacional.

Assessoria de Imprensa – AAT/ FSA.

Crédito da foto: Confederação Brasileira de Taekwondo (CBTKD)

LEGENDA: (Na foto, parte da equipe assuense: Bruna Silva, Paulo Ricardo, Nívia Barros, Clécia Albano e Fábio Lourenço)

ALTO DO RODRIGUES: SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO EMITE NOTA DE AGRADECIMENTO

Postado por Jose Regis em 30/mar/2015 - Sem Comentários

abelardo_nota-300x400

NOTA DE AGRADECIMENTO

Superando todas as expectativas e objetivos esperados, o quinquagésimo segundo Aniversário de Emancipação Política de Alto do Rodrigues, assim como o Alto Folia edição 2015, foi sem dúvida, um sucesso e indiscutivelmente o maior e mais animado de todos.

Acreditamos que acertamos na medida em que ele foi realizado com bandas de forte apelo popular, estrutura profissional de grande porte, e toda uma organização logística que envolveu um grande número de colaboradores.

Você que esteve lá, viu o cuidado que tivemos com a segurança e o conforto, para que pudéssemos curtir o melhor do evento, sem absolutamente nenhuma ocorrência grave.

E não poderíamos deixar de compartilhar esse mérito com o prefeito Abelardo Rodrigues, pois sem o apoio dele, quase nada teria sido possível.

Agradecimento extensivo aos secretários municipais e auxiliares do governo, em especial, as equipes da secretaria municipal de Comunicação e de Obras e Infraestrutura, profissionais da imprensa, blogueiros, blocos alternativos e blocos oficiais que abraçaram a proposta de inovar o evento, potencializando o maior e melhor carnaval fora de época do interior do Rio Grande do Norte, com tanto carinho, dedicação e esmero na oferta de excelentes atrações para o público, com bandas baianas de sucesso, camarotes, arenas de shows, e tantos outros produtos, agregados este ano a micareta.

Essas forças, somada a sua torcida, ao seu apoio, é que nos dá força e estímulo para recomeçar, desde já, pensar no próximo ano.

Nada que foi feito se concretizou do acaso, tudo foi fruto de planejamento e principalmente muito trabalho. Comemoramos o desempenho absoluto do evento, onde a opinião da grande maioria dos foliões foi de muito apoio, isso é gratificante e o que nos interessa.

Remetemos também o nosso sucesso aos foliões, que participaram de todas as festas com espírito de paz, se divertindo e contagiando com o clima de alegria.

Queremos mais uma vez, nesta oportunidade, manifestar os nossos sinceros agradecimentos a todos àqueles que contribuíram para o sucesso desse brilhante evento.

O nosso muito obrigado!

Abelardo Rodrigues Neto
Secretário Municipal de Comunicação

COM PROJETO DE GOVERNO FALIDO IVAN JÚNIOR TENTA REMAR CONTRA A MARÉ

Postado por Jose Regis em 30/mar/2015 - Sem Comentários

I1

Não só a classe política do estado como o povo do Assú foi enganado por essa farsa de um governo inoperante que não atende as necessidades do seu povo, sequer da estrutura básica do município.

O blog recebe diariamente cobranças para que visite ruas esburacadas, causando acidentes, denuncias de corrupção no governo que certamente serão apurados pelos órgãos competentes.

A enganação extrapola os limites da seriedade onde um grupeto faz uso da maquina do governo para se locupletar.

Entendemos que a voz das ruas em algum momento vai se pronunciar com esse descaso administrativo e a verdade será esclarecida e punida.

Os candidatos postos para substituir o prefeito, Breno Lopes e Patricio Junior já estão sofrendo rejeição popular pelo fato de compactuar com essa gestão.

O presidente da câmara municipal, Breno Lopes, apesar do parentesco com o prefeito, tenta separar o seu trabalho no poder legislativo da administração caótica que vive o município afim de viabilizar a sua candidatura a prefeito sem pagar o ônus do desgaste do primo, podendo até mesmo ensejar um dialogo com a oposição liderada pelo deputado George Soares, que trabalha uma chapa consistente de homens sérios para livrar o Assú dessa canalhice administrativa.

José Regis de Souza

REGIStrando

JUIZ DE CURRAIS NOVOS BUSCA APOIO DA ASSEMBLEIA PARA NOVA UNIDADE JUDICIÁRIO NO MUNICÍPIO

Postado por Jose Regis em 30/mar/2015 - Sem Comentários

JUIZ

O presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, deputado Ezequiel Ferreira (PMDB), reuniu-se na manhã desta segunda-feira (30) com o Juiz Marcus Vinicius Pereira Junior, da Vara Cível da Comarca de Currais Novos. Durante o encontro foi discutida a possibilidade de criação de uma nova vara cível no município, especializada em família, infância e juventude.

“O juiz trouxe à Assembleia sugestões para a melhoria na esfera judiciária de Currais Novos. As propostas apresentadas contam com o apoio da Casa e serão avaliadas na tentativa de viabilizarmos essas solicitações”, disse Ezequiel.

Para o juiz Marcus Vinicius, o município de Currais Novos apresenta uma demanda muito alta de processos e a criação de uma nova unidade juricional trará melhores resultados na prestação dos serviços jurídicos oferecidos aos cidadãos.

“O município de Currais Novos conta com apenas três Varas. Na Vara Cível, por exemplo, circulam aproximadamente quatro mil processos por mês. As unidades existentes não são suficientes para a quantidade de processos que tramitam hoje na Comarca. A criação de uma vara especializada em família, infância e juventude trará melhoras significativas ao setor judiciário da Comarca de Currais Novos”, afirmou Marcus Vinicius.

Centro de Detenção

Outro tema abordado durante o encontro foi a construção de um novo Centro de Detenção Provisória (CDP) no município. O jurista propõe a realização de uma parceria público privada para que a sede do CDP de Currais Novos seja desativada e transferida do centro da cidade para outra área do município.

“Algumas entidades privadas já demonstraram o interesse em adquirir o prédio onde hoje funciona o CDP de Currais Novas e custear a construção de uma nova sede em outra área. Seria uma obra sem custos para o Governo do Estado e atenderia uma reivindicação antiga da população de Currais Novos, que sofre com as tentativas de fuga ocorridas na unidade”, declarou o juiz.

O CDP de Currais Novos funciona atualmente no centro da cidade e a população local teme pela insegurança da unidade.

SECA: GOVERNO DECRETA CALAMIDADE EM 91,6% DOS MUNICÍPIOS DO RN

Postado por Jose Regis em 30/mar/2015 - Sem Comentários

159825

Seca recorrente nos últimos anos justificou decreto de calamidade pública em 153 municípios

O Governo do Estado decretou calamidade pública em 153 dos 167 municípios do Rio Grande do Norte devido à estiagem. Com isso, o Executivo poderá contratar durante 180 dias, com dispensa de licitação, as obras e serviços necessários para amenizar as consequências provocadas pela seca.

Na justificativa para o decreto de calamidade, publicado no sábado (28), o Governo aponta para as chuvas abaixo da média nos últimos anos e também para a previsão de que 2015 seja mais um ano de seca no estado. Além disso, a situação dos reservatórios, abastecimento por carros-pipa em 120 cidades e necessidade de rodízio em alguns municípios também foram levados em consideração para o estado de calamidade ser decretado.

A calamidade ficará em vigor por 180 dias ou até que os reservatórios estejam com níveis capazes de se restabelecer a normalidade no fornecimento de água à população potiguar.

Confira a lista dos municípios que estão em calamidade:

1) Acari
2) Assú
3) Afonso Bezerra
4) Água Nova
5) Alexandria
6) Almino Afonso
7) Alto dos Rodrigues
8) Angicos
9) Antônio Martins
10) Apodi
11) Areia Branca
12) Baraúnas
13) Barcelona
14) Bento Fernandes
15) Bodó
16) Brejinho
17) Boa Saúde
18) Bom Jesus
19) Caiçara do Norte
20) Caiçara do Rio do Vento
21) Caicó
22) Campo Redondo
23) Caraúbas
24) Carnaúba dos Dantas
25) Carnaubais
26) Ceará-Mirim
27) Cerro-Corá
28) Coronel Ezequiel
29) Campo Grande
30) Coronel João Pessoa
31) Cruzeta
32) Currais Novos
33) Doutor Severiano
34) Encanto
35) Equador
36) Espírito Santo
37) Felipe Guerra
38) Fernando Pedroza
39) Florânia
40) Francisco Dantas
41) Frutuoso Gomes
42) Galinhos
43) Governador Dix-Sept Rosado
44) Grossos
45) Guamaré
46) Ielmo Marinho
47) Ipanguaçu
48) Ipueira
49) Itajá
50) Itaú
51) Jaçanã
52) Jandaíra
53) Janduís
54) Japi
55) Jardim de Angicos
56) Jardim de Piranhas
57) Jardim do Seridó
58) João Câmara
59) João Dias
60) José da Penha
61) Jucurutu
62) Jundiá
63) Lagoa Nova
64) Lagoa Salgada
65) Lagoa d’Anta
66) Lagoa de Pedras
67) Lagoa de Velhos
68) Lajes
69) Lajes Pintadas
70) Lucrécia
71) Luís Gomes
72) Macaíba
73) Major Sales
74) Marcelino Vieira
75) Martins
76) Messias Targino
77) Montanhas
78) Monte das Gameleiras
79) Monte Alegre
80) Mossoró
81) Macau
82) Nova Cruz
83) Olho d’Água dos Borges
84) Ouro Branco
85) Passagem
86) Paraná,
87) Paraú
88) Parazinho
89) Parelhas
90) Passa e Fica
91) Patu
92) Pau dos Ferros
93) Pedra Grande
94) Pedra Preta
95) Pedro Avelino
96) Pedro Velho
97) Pendências
98) Pilões
99) Poço Branco
100) Portalegre
101) Porto do Mangue
102) Pureza
103) Serra Caiada
104) Rafael Fernandes
105) Rafael Godeiro
106) Riacho da Cruz
107) Riacho de Santana
108) Riachuelo
109) Rodolfo Fernandes
110) Ruy Barbosa
111) Santa Cruz
112) Santa Maria
113) Santana do Matos
114) Santana do Seridó
115) Santo Antônio
116) São Bento do Norte
117) São Bento do Trairi
118) São Fernando
119) São Francisco do Oeste
120) São João do Sabugi
121) São José de Mipibu
122) São José do Campestre
123) São José do Seridó
124) São Miguel do Gostoso
125) São Miguel
126) São Paulo do Potengi
127) São Pedro
128) São Rafael
129) São Tomé
130) São Vicente
131) Senador Elói de Souza
132) Serra Negra do Norte
133) Serra de São Bento
134) Serra do Mel
135) Serrinha dos Pintos
136) Serrinha
137) Severiano Melo
138) Sítio Novo
139) Taboleiro Grande
140) Taipu
141) Tangará
142) Tenente Ananias
143) Tenente Laurentino Cruz
144) Tibau
145) Timbaúba dos Batistas
146) Touros
147) Triunfo Potiguar
148) Umarizal
149) Upanema
150) Várzea
151) Venha-Ver
152) Vera Cruz
153) Viçosa

Fonte: TN

85% DO ESFORÇO FISCAL ANUNCIADO ATÉ AGORA SAI DO BOLSO DOS BRASILEIROS

Postado por Jose Regis em 30/mar/2015 - Sem Comentários

economia_13

Medidas anunciadas pela equipe econômica para melhorar as contas públicas reuniram até agora R$ 45 bilhões dos R$ 66 bilhões fixados como meta para 2015

A maioria das pessoas não sabe para que serve o superávit primário – economia de recursos feita pelo governo para manter as contas no azul e garantir um extra que cobre o pagamento da dívida pública. Neste ano, porém, todos os brasileiros vão tirar dinheiro do bolso para ajudar nessa economia. Do bolo de recursos que o governo já garantiu para o superávit, 85% são bancados pela população.

Segundo cálculo do economista Mansueto Almeida, feito a pedido do Estado, as medidas anunciadas pela nova equipe conseguiram reunir até agora R$ 45 bilhões dos cerca de R$ 66 bilhões que fixou como meta para 2015 (o compromisso é fazer o equivalente a 1,2% do Produto Interno Bruto do ano). Ocorre que apenas R$ 7 bilhões são cortes na máquina pública, basicamente de despesas de custeio, como cafezinho e xérox.

O grosso dos recursos, R$ 38 bilhões, vai sair do orçamento das famílias (veja quadro abaixo). Uma parte virá da cobrança de tributos, como a volta da Cide nos combustíveis e a mudança no Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), com o fim da desoneração de veículos e a alta na taxa para cosméticos. Um estudo da LCA Consultores, encomendado pelas indústrias do setor, concluiu que um simples batom – que pelas estimativas vai subir mais de 12% – dará um quinhão ao ajuste fiscal. “Não tinha como ser diferente porque esforço fiscal se faz com corte de gasto ou alta de tributo”, diz Mansueto. “Ainda assim, o governo terá dificuldades para cumprir a meta.”