CRISE NO FIES: EXPANSÃO UNIVERSITÁRIA ESTÁ AMEAÇADA

Lista-de-documentos-para-a-contratação-do-Fies-01

Nos últimos anos,  foi visível o aumento no número de ingresso dos potiguares no Ensino Superior. Boa parte deste número foi alavancado pelas universidades e faculdades privadas (IES).

Segundo o Inep, o RN é 5º do Nordeste em número de matrículas na rede privada. Esse aumento significativo do número de ingressantes no ensino superior se deve a reestruturação do Fundo de Financiamento do Ensino Superior, o Fies.

As mudanças e limites que foram impostos neste ano ao programa tem causado medo a muitos estudantes.

O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação já admitiu que há limitações no número de contratos para 2015, e as instituições já cogitam fechar turmas. As inscrições no programa vão até 30 deste mês.

O programa Fies foi criado ainda no governo Fernando Henrique Cardoso, no ano de 1999. Ma se tornou bandeira há 5 anos atrás quando o MEC anunciou a reestruturação do programa incluindo a queda da exigência de fiador para os estudantes de baixa renda e diminuição do juros para 3,4% ao ano.

Porém, uma portaria ministerial publicada em dezembro de 2014, mudou as regras de acesso ao programa.

Blog do BG

Publicidade:
Centro Odontológico - Eudson

REPÚBLICA INDEPENDENTE DO ASSÚ: PEDIDOS ESQUISITOS

Ivan Júnior gabinete

O deputado estadual George Soares (PR) fez um pronunciamento na Assembleia, tornando de conhecimento público o encaminhamento de um ofício do seu gabinete ao governador Robinson Faria, a bancada da Câmara Federal do RN e aos senadores do Estado, solicitando a destinação de recursos no valor de 5 milhões de reais para obras de mobilidade urbana no município de Assú.

Tal encaminhamento teve como objetivo atender solicitação encaminhada pelo prefeito de Assú, Ivan Junior, pedindo ajuda para realizar obras imprescindíveis para a cidade, como a Reforma do Centro Clínico, uma ambulância com UTI, pavimentação dos bairros Parati 2000, Feliz Assú, Frutilândia, Vertentes, as reformas do Mercado Sofia Frutuoso e a segunda etapa do abatedouro público.

- A propósito: em 2009 o prefeito do Assú recebeu mais de oito milhões de reais do governo federal para suprir problemas provocados por uma enchente e inté a presente data não concluiu parte das obras, objeto do envio da grana e consequentemente, ainda não prestou contas desta dinheirama toda. Será que faltando um pouco mais de um ano para que Ivan Júnior dê adeus a chefia do governo municipal, terá tempo de executar pelo menos um terço do que está pedindo ao deputado George Soares?

– Vamos concordar, este pedido é beeeemmm esquisito. Sem contar que, afora a ambulância, todos os demais pleitos estão relacionados a construção civil e… faz tempo que as obras desta área estão bem paradinhas!

- Vamos concordar novamente, o prefeito Ivan Júnior solicita uma ambulância com UTI, também, mas num é que o pronto socorro municipal não realiza nem uma simples troca de sonda! São muitas esquisitices mesmos, com cara de…

– Deixemos para lá, mas que eu me lembrei de Maquiavel, a isso eu lembrei.

Postado por ana valquiria

Publicidade:

GARIBALDI ESPERA QUE HENRIQUE FOMENTE O TURISMO RELIGIOSO E O DE NEGÓCIOS

oirese

Nesta entrevista, Garibaldi aborda ainda a gestão do governador Robinson Faria (PSD), a provável aliança do PMDB com o governo Carlos Eduardo Alves (PDT)

Ex-ministro da Previdência, o senador Garibaldi Filho (PMDB) saúda a ida do ex-presidente da Câmara dos Deputados Henrique Eduardo Alves (PMDB) para o Ministério do Turismo. Ele ressalta a importância das parcerias e do diálogo constante com o setor privado como chaves de um bom trabalho. “É uma pasta que tem muito a se desenvolver e eu acredito que Henrique esteja atento para o que representa o nosso turismo, inclusive na balança comercial”, disse.

No tocante ao Rio Grande do Norte, Garibaldi espera que o novo ministro fomente um turismo voltado para outros atrativos além do sol e mar, mas o turismo religioso, o turismo de negócios. “Então, é isso que eu penso que ele deva fazer e acredito que vá fazer”, disse.

Nesta entrevista, Garibaldi aborda ainda a gestão do governador Robinson Faria (PSD), a provável aliança do PMDB com o governo Carlos Eduardo Alves (PDT) e as perspectivas de melhoras na governabilidade nacional com a ida de Michel Temer (PMDB) para a articulação política do governo Dilma Rousseff (PT).  Confira:

JH – Como avalia a nomeação de Henrique para o Ministério do Turismo?

Garibaldi Filho – Eu acredito que a experiência que ele tem ao longo da vida pública dele é a maior referência para que tenhamos êxito na sua gestão à frente do ministério. Eu que já fui ministro também atribuo uma grande importância, principalmente num ministério como o dele, às chamadas parcerias. Porque o turismo tem realmente que ter um relacionamento muito estreito e forte com a iniciativa privada. É de se recomendar que tenhamos um diálogo constante para que o Brasil, o nosso país, possa realmente sair dessa margem que nos deixa não muito orgulhosos porque não atingimos ainda os dez milhões de turistas, enquanto que a Espanha recebe 65 milhões por ano e a França recebe mais ainda. Então, é uma pasta que tem muito a se desenvolver e eu acredito, sem querer ser repetitivo, que ele esteja muito voltado para isso é atento para o que representa o nosso turismo, inclusive na balança comercial.

JH – E no tocante ao RN?

GF – Com relação ao estado há que se pedir a ele que fomente um turismo voltado para outros atrativos além do sol e mar mas o turismo religioso, o turismo de negócios. Então, é isso que eu penso que ele deva fazer e acredito que vá fazer.

JH – Muito tem se falado acerca de união da classe política do RN. Que o senhor pensa a respeito?

GF – Eu creio que isso sempre aflora quando o estado ou país vive uma situação difícil como neste momento. Há necessidade de um engajamento total dos representantes do povo no sentido de que tenhamos o apoio do governo federal que nós sabemos está muito limitado pelas perspectivas atuais. Mas há que sempre se pedir que cada um faça sua parte e o governo precisa dar o exemplo do maior enxugamento da máquina e austeridade nos gastos porque no caso do nosso estado há uma grande apreensão pelo fato de estarmos nos valendo do fundo previdenciário que não nos dá garantia a longo prazo além de se constituir numa ameaça para pagamento de direitos dos aposentados no futuro.

JH – Uma nova bandeira o HUB da TAM pode unir a classe política do estado?

GF – É muito importante. O que o governo do Estado necessitar em termos de apoio da bancada terá total e integral.

JH – Já é possível uma avaliação do governo Robinson Faria?

GF – Nós ainda estamos na fase de que qualquer julgamento do governo é precipitado e a oposição não pode correr esse risco porque termina sendo penalizada por se constituir num julgamento a que atribuiriam um radicalismo.

JH – Em relação ao governo Carlos Eduardo Alves, alguma definição?

GF – Não sei ainda. Mas continuamos na expectativa, pelo menos da minha parte, que possamos caminhar para uma aliança político eleitoral com o prefeito. Mas é claro que não podemos despertar suscetibilidades e teremos, claro, que ouvir a todos aqueles que compõem o nosso diretório municipal e executiva.

JH – O PMDB vai indicar secretário?

GF – Vai depender dos entendimentos, se eles forem acelerados podem convergir para isso. Há quem defenda ainda a independência, o que não inibirá o apoio do nosso ministro do turismo ao turismo do município e do estado.

JH – Melhorou a articulação política do governo com Michel Temer?

GF – A entrada de Michel Temer na articulação política pelas suas inegáveis utilidades pode levar a uma maior coesão das forças que apoiam o governo e das bancadas que estão presentes no Congresso. Eu acredito que politicamente possamos ter essa realidade nova. Mas nunca podemos esquecer que temos que ter aí uma preocupação maior de que isso se reflita na conjuntura econômica. É imprescindível o apoio ao ajuste fiscal, se houver exceções que possam ser extirpados, mas nunca deixarmos de aprovar o ajuste.

Alex Viana/ Portal JH

Publicidade:

VACCARI, O HOMEM DOS PRESIDENTES

alx_lula-dilma-vaccari_original

A prisão do tesoureiro do PT mostra que o partido atuava no governo como uma organização criminosa e envolve a campanha da presidente Dilma Rousseff no escândalo da Petrobras

No começo deste mês, a presidente Dilma Rousseff fez uma pausa em sua agenda de trabalho para discutir o rumo das investigações do petrolão, o maior esquema de corrupção da história do país. Numa conversa reservada, ela se mostrou impressionada com os depoimentos prestados por Pedro Barusco, o ex-gerente da Petrobras que acusou o PT de embolsar até 200 milhões de dólares em propinas arrecadadas de fornecedores da companhia. Sobre a forma, a presidente disse que Barusco era detalhista e organizado. Sobre o conteúdo, foi taxativa: “Ele entregou o Vaccari”, declarou, referindo-se ao tesoureiro petista, João Vaccari Neto. Para a surpresa do interlocutor, a presidente não demonstrou apreensão. Depois de afirmar que o tesoureiro não tinha relações políticas com ela, Dilma insinuou que, se alguém deveria estar preocupado, esse alguém era o ex-presidente Lula. Naquela mesma semana, em um encontro em São Paulo, o antecessor também se fez de desentendido. A um petista graduado, Lula, mais uma vez, representou seu papel predileto, o do Capitão Renault, que no clássico Casablanca embolsa um envelope com seus ganhos na noite, enquanto finge surpresa com a descoberta do cassino em funcionamento no Ricks Cafe. Disse Lula Renault: “Eu quero saber se tem rolo nessas transações”.

Desde 2003, quando o PT assumiu o poder, Lula nunca mais soube de nada. No caso do petrolão, não é diferente. Desde a eleição passada, quando se trata do esquema de corrupção, Dilma lava as mãos e posa como saneadora da Petrobras. Os dois querem se afastar de Vaccari, mas as informações colhidas pelas autoridades mostram que o “mochila” – ou Moch, como o tesoureiro era chamado – é um operador a serviço dos dois presidentes. Um operador que agora está preso e, na condição de investigado e encarcerado, tende a aumentar o desgaste da imagem do governo, do PT e de seus dois principais líderes. No fim do ano passado, o detalhista Barusco declarou às autoridades que agiu em parceria com Vaccari e o ex-diretor da Petrobras Renato Duque, a fim de levantar dinheiro sujo para os cofres petistas. Vaccari nunca explicou por que se reunia tanto com Barusco e Duque, e sempre insistiu na tese de que as empreiteiras fizeram doações ao partido dentro da lei. Se no mensalão tudo não passara de “caixa dois”, como alegara Delúbio Soares, o primeiro tesoureiro do PT preso, no petrolão tudo agora seria “caixa um”, ou financiamento legal, na novilíngua de Vaccari, o segundo tesoureiro do PT preso num prazo de um ano e meio.

Essa versão já havia sido desmentida por empresários. Eles confirmaram que pagaram propina e que o tesoureiro usou a Justiça Eleitoral para esconder o crime. A novidade é que Vaccari, segundo as autoridades, também praticou o bom e velho “caixa dois”, que teria custeado uma despesa da primeira campanha presidencial de Dilma Rousseff. Ao determinar a prisão dele, o juiz Sérgio Moro relatou informações prestadas por Augusto Mendonça, executivo da Setal. Um dos delatores do petrolão, Mendonça disse que, em 2010, Vaccari determinou a ele que repassasse 2,5 milhões de reais à Editora Atitude, controlada por sindicados ligados à CUT e ao PT. O dinheiro, de acordo com o delator, foi descontado da propina que a empreiteira devia ao partido como contrapartida por contratos na Petrobras. Os pagamentos começaram a ser realizados em junho daquele ano. Três meses depois de a Setal começar a desembolsar a propina, na véspera da eleição, a gráfica imprimiu 360 000 exemplares da Revista do Brasil, edição que trazia na capa a pré-candidata Dilma Rousseff e o título “A vez de Dilma”.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) puniu a gráfica por propaganda eleitoral irregular a favor da petista. Depois de eleita, Dilma nomeou o ex-vice presidente da CUT José Lopez Feijóo, um dos comandantes da Editora Atitude, para um cargo de destaque na Secretaria-Geral da Presidência, onde ele despacha até hoje. Disse o juiz Moro: “Observo que, para esses pagamentos à Editora Atitude, não há como se cogitar, em princípio, de falta de dolo dos envolvidos, pois não se trata de doações eleitorais registradas, mas de pagamentos efetuados, com simulação, total ou parcial, de serviços prestados por terceiros, a pedido de João Vaccari”. Como estratégia de defesa, Dilma tenta erguer uma espécie de cordão sanitário entra ela e o tesoureiro do PT. A suspeita de caixa dois põe em xeque a solidez dessa barreira, que também está ameaçada por outros dados de conhecimento das autoridades. Após a descoberta do mensalão, o PT adotou um novo modelo de arrecadação e instituiu dois tesoureiros – um para o partido, outro para o candidato a presidente. Dilma alega que Vaccari atuava apenas para o partido. Não é bem assim.

Por: Daniel Pereira e Robson Bonin/VEJA

Publicidade:
Churrascaria O Barandão

CUNHA EXIGE QUE PT CONTROLE CUT E ONGS GAY

Eduardo Cunha by Clayton de Souza Estadao

A nomeação de Henrique Alves no Ministério do Turismo foi quase um gesto de rendição de Dilma, mas o deputado Eduardo Cunha continua insatisfeito. Ele exige, por exemplo, que o PT e o governo controlem a CUT e entidades sob sua influência, como ONGs gay, que o hostilizam por onde ele passa, Brasil afora. A irritação do presidente da Câmara pode dificultar a aprovação das medidas de ajuste fiscal do governo.

Eduardo Cunha também põe na conta do Planalto o fato de a militância da CUT constranger deputados favoráveis ao projeto da terceirização.

Fiador do projeto de lei da terceirização, Eduardo Cunha está disposto  a ir à forra, caso a proposta não avance.

Cerebral, de inteligência privilegiada para o bem e para o mal, Eduardo Cunha tem um ponto fraco: o PT costuma mexer nos seus nervos.

Diário do Poder

Publicidade:

SENADORA FÁTIMA PARTICIPA DE ENCONTRO DO MOVIMENTO PT DA PARAÍBA

PB1

PB2

A senadora Fátima Bezerra participou este sábado (18), em João Pessoa, na Paraíba, de encontro estadual do Movimento PT, que reuniu as principais lideranças da corrente a nível estadual.

Estavam presentes no local o deputado estadual Frei Anastácio; prefeito de Soledade, Zé Bento; presidente do PT/PB, Charlinton Machado; vereadores; dirigentes e militância petista.

Na ocasião, Fátima parabenizou o MPT pela realização do evento. “Parabenizo o Frei Anastácio e demais integrantes do MPT pela bela iniciativa de se reunir para discutir o presente e o futuro”.

Ao fazer um panorama da conjuntura política nacional, a senadora Fátima destacou alguns pontos da resolução política do PT, retirada durante reunião da Executiva Nacional do partido.

Fátima Bezerra reforçou a posição contrária ao PL 4330, que trata da regulamentação da terceirização, e conclamou a militância para que se mantenha vigilante e mobilizada em prol das reformas que o Brasil precisa, dentre elas a Política.

Frei Anastácio fez saudação especial à senadora Fátima Bezerra pela sua trajetória em defesa da educação.

No encontro, também estiverem presentes Zizo (representando o deputado federal Luiz Couto) e o presidente estadual da CUT, Paulo Marcelo.

Assessoria de Imprensa
Senadora Fátima Bezerra
Publicidade:
Pedrinho Eletromoveis

DECRETOS DA EX-GOVERNADORA ROSALBA CIARLINE SERÃO INVESTIGADOS

156004

O promotor de Justiça de Defesa do Patrimônio Público, Paulo Batista Lopes Neto, instaurou, através da Portaria  nº 115/2015 Inquérito Civil para apurar atos administrativos da ex-governadora Rosalba Ciarlini em pelo meno um do seu mandato – 2013. O documento, publicado na edição deste sábado do Diário Oficial do Estado, sob a numeração Inquérito Civil nº 109/2015, é consequência da Notícia de Fato nº 091/2015.

Serão investigadas “a abertura de créditos adicionais especiais e suplementares, pelo Governo do Estado do Rio Grande do Norte, sem autorização legislativa e acima do limite legal permitido, referente ao exercício de 2013”. O promotor Paulo Batista Lopes Neto fundamentou-se no Artigo 37, da Constituição Federal, para abrir o referenciado inquérito. O artigo  diz que “a administração pública direta e indireta de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios obedecerá aos princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência”.

As diligências inciais do procedimento incluem o encaminhamento de ofício à Secretaria de Estado do Planejamento e das Finanças (Seplan). A pasta deverá encaminhar, à Coordenadoria de Apoio Operacional das Promotorias de Defesa do Patrimônio Público (Caop Patrimônio Público) cópias dos decretos expedidos ao longo do ano de 2013 que autorizaram a abertura de créditos adicionais suplementares e especiais no exercício financeiro do referido ano.

No documento assinado pelo promotor não há informação relativa ao prazo para envio do pedido pela Seplan ao Ministério Público Estadual.

O que é Notícia de Fato?

É qualquer demanda dirigida aos órgãos da atividade-fim do Ministério Público, submetida à apreciação das procuradorias e promotorias de Justiça, conforme as atribuições das respectivas áreas de atuação, podendo ser formulada presencialmente ou não, entendendo-se como tal a realização de atendimentos, bem como a entrada de notícias, documentos, requerimentos ou representações.

Fonte: TN

Publicidade:
Cesar & Cesar

SEGUNDA-FEIRA, 20, É PONTO FACULTATIVO NAS REPARTIÇÕES PÚBLICAS MUNICIPAIS DE ASSÚ

pontofacultativo

A Prefeitura do Assú decretou ponto facultativo nesta segunda-feira (20), dia que antecede o feriado em homenagem ao herói nacional Joaquim José da Silva Xavier, mais conhecido por Tiradentes (uma alusão ao seu ofício de dentista).

O ponto facultativo desta segunda-feira, esta definido no decreto Nº 214, de 15 de abril de 2015, assinado pelo Prefeito Ivan Júnior.

De acordo com o texto, o ponto facultativo não pode prejudicar a prestação dos serviços considerados essenciais, como a limpeza pública e o atendimento no Pronto Socorro Municipal.

SEACOM -PMA

Publicidade:
Centro Odontológico - Eudson

SÁBADO E DOMINGO TEM SESSÃO DE CINEMA PARA TODA FAMÍLIA NO CINE TEATRO

photo_2015-04-18_10-51-41

O Cine Teatro Pedro Amorim realiza, neste sábado e domingo Sessões de Cinema apresentando dois grandes clássicos.

O primeiro, exibido neste sábado dia 18, às 20h, será o filme as aventuras de Pi, filme ganhador de 4 óscares.

Sinopse:

Pi Patel (Suraj Sharma) é filho do dono de um zoológico localizado em Pondicherry, na Índia. Após anos cuidando do negócio, a família decide vender o empreendimento devido à retirada do incentivo dado pela prefeitura local. A ideia é se mudar para o Canadá, onde poderiam vender os animais para reiniciar a vida. Entretanto, o cargueiro onde todos viajam acaba naufragando devido a uma terrível tempestade. Pi consegue sobreviver em um bote salva-vidas, mas precisa dividir o pouco espaço disponível com uma zebra, um orangotango, uma hiena e um tigre de bengala chamado Richard Parker.

O segundo, exibido amanhã, domingo dia 19, às 16h, será o filme de animação Toy Story.

Sinopse:

O aniversário de Andy está chegando e os brinquedos estão nervosos. Afinal de contas, eles temem que um novo brinquedo possa substituí-los. Liderados por Woody, um caubói que é também o brinquedo predileto de Andy, eles montam uma escuta que lhes permite saber dos presentes ganhos. Entre eles está Buzz Lightyear, o boneco de um patrulheiro espacial, que logo passa a receber mais atenção do garoto. Isto aos poucos gera ciúmes em Woody, que tenta fazer com que ele caia atrás da cama. Só que o plano dá errado e Buzz cai pela janela. É o início da aventura de Woody, que precisa resgatar Buzz também para limpar sua barra com os outros brinquedos.

A entrada para os dois filmes é gratuita, porém, a direção do Cine Teatro recomenda a chegada 30 minutos antes de cada sessão.

O Cine Tetro Pedro Amorim foi revitalizado em uma parceria da Prefeitura do Assú, Petrobras e Governo do Estado, através da Lei Câmara Cascudo.

SEACOM – PMA

Publicidade:
Ultrassu

OPOSIÇÃO DE ASSÚ INICIA PROCESSO DE ESCOLHA DO SEU CANDIDATO EM 2016

2916

A oposição de Assú se reunirá nessa segunda-feira a noite (20), para discutir a cidade com todos os seus pré -candidatos à prefeitura municipal e amadurecer a escolha dos nomes que representarão o grupo oposicionista em 2016.

O diferencial é que povo também será ouvido nessa escolha!

Publicidade:
Dentista

DANÇARINA É ASSASSINADA NA BAIXADA FLUMINENSE

amanda_e_miltinho_620

Assassino de sua mulher, a dançarina Cícera Alves de Sena — a Amanda Bueno, ex-integrante do grupo de funk Jaula das Gostozudas —, Milton Severiano Vieira declarou na Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense que “teve um surto” e disse ainda estar arrependido. A ação de Milton, que é conhecido como Miltinho da Van, foi filmada pela câmera de segurança de sua casa. É possível vê-lo batendo diversas vezes a cabeça da vítima no chão do jardim de sua mansão no bairro da Posse, em Nova Iguaçu.

“Estou muito arrependido. Eu surtei, tinha bebido muito. Ela não fez nada, fui eu que surtei”, disse Milton, que havia ficado noivo da dançarina no último domingo. “Ela era uma mulher muito boa para mim e nada que eu fale agora vai mudar. Eu vou cumprir a pena e peço desculpas à familia dela”, completou ele, que será transferido para o complexo penitenciário de Bangu, na Zona Oeste do Rio.

Advogado e amigo do acusado, Hugo Assumpção alega que Milton “realmente teve um surto” e negou que o cliente tivesse comportamento agressivo. “Ele nunca teve esse esse comportamento. Foi um surto. E ele tinha armas em casa porque era colecionador”, afirmou.

Milton é dono e uma coopeativa de van e a Polícia Civil afirmou que vai investigar um possível envolvimento dele com a milícia que atua na região. O advogado dele rebatou: “Ele é de uma família rica e que sempre trabalhou no ramo das vans”, disse.

O corpo da dançarina ainda esta no IML da Baixada, e, segundo policiais, há dificuldade de conseguir contato com a família da vítima, pois todos os parentes são de Goiânia.

A morte da dançarina chocou toda a população brasileira nesta sexta-feira. A câmera de segurança instalada nesta semana flagrou o exato momento em que Milton Severiano Vieira, o Miltinho da Van, assassinou com crueldade a mulher de 29 anos, de quem havia ficado noivo no último domingo.

Nas imagens de conteúdo forte, Miltinho aparece derrubando Amanda no jardim da mansão no bairro da Posse, em Nova Iguaçu. Em seguida, ele diversas vezes bate com a cabeça da dançarina no chão e dá inúmeras coronhadas nela já desacordada. Logo depois, ele entra no imóvel, e volta com uma escopeta calibre 12 e desfere vários tiros na cabeça da vítima. O crime aconteceu no final da tarde de quinta-feira.

O delegado disse que o crime foi motivado após uma discussão entre o casal. Amanda teria descoberto uma relação extra conjugal do companheiro. Ainda de acordo com Fábio Salvadoretti, Milton tinha duas passagens pela polícia por crime de violência doméstica. Ele revelou que duas ex-mulheres do acusado estiveram na DHBF e traçaram o perfil de comportamento do empresário de vans como um homem agressivo, principalmente quando fazia uso de bebida alcoólica. A polícia acredita que ele estivesse sob efeito de álcool no momento crime.

Após cometer o crime, Milton rendeu um vizinho seu, policial militar, e roubou o carro Gol cinza dele. Para intimidar o PM, o assassino deu dois tiros de escopeta para o chão e fugiu com o veículo. Por volta das 22h, o carro foi atingido na traseira por Voyage preto, no Km 199 da pista sentido Rio da Rodovia Presidente Dutra, em Queimados, na Baixada Fluminense. Segundo o grupo de cinco estudantes universitários de Guarulhos, na Grande São Paulo, que vinham passar o feriadão no Rio, a colisão ocorreu porque o Gol estava parado e apagado no meio da estrada.

VEJA O VÍDEO

IMAGENS FORTES

O DIA

Publicidade:

ZENAIDE MAIA VISITA APAE EM NATAL E GARANTE APOIO A LUTA EM DEFESA DOS DIREITOS DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

APAE1

APAE3

A deputada federal Zenaide Maia (PR/RN) visitou na tarde desta sexta-feira (17) a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – APAE, em Natal, onde participou de um encontro com presidentes e representantes das 17 Apaes do Rio Grande do Norte.

Titular da Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência, a deputada Zenaide Maia foi recebida pelo presidente da Federação das Apaes do Estado do Rio Grande do Norte FEPAES-RN Willian Ferreira, o vice-presidente Sérgio Anache, além do Auto Defensor Estadual das Apaes – Edilson André do Nascimento.

Durante o encontro, realizado no auditório Helson Benévolo Xavier Filho, a deputada falou sobre o trabalho que será desenvolvido pela Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência e a satisfação de fazer parte da comissão. “Foi com grande alegria que recebi a missão de ser titular da comissão, pois terei oportunidade de poder ajudar e defender as pessoas com deficiência”, destacou Zenaide Maia.

Entre as responsabilidades da Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência está a análise de todas as matérias atinentes às pessoas com deficiência, pelo recebimento, avaliação e investigação de denúncias relativas a ameaça ou violação dos direitos das pessoas com deficiência, pesquisas e estudos científicos , colaboração com entidades não governamentais, nacionais e internacionais, que atuem na defesa dos direitos das pessoas com deficiência e acompanhamento da ação dos conselhos de direitos das pessoas com deficiências, instalados nos municípios, estados, Distrito Federal e União.

G7 Comunicação – Gustavo Farache

Publicidade:
Ultrassu